Muitos homens perdem boa parte do seu tempo pensando “naquilo”, é daí que surgiu a frase que diz “os homens pensam com a cabeça de baixo”, e isso quase sempre é verdade. Para comprovar isso, o site OnePoll.com estudou e revelou que eles “pensam em coisas sexuais aproximadamente 13 vezes por dia”, as mulheres apenas cinco vezes ao dia. O jornalista Ismael Araújo revelou que: “Isso é totalmente normal porque o sexo masculino é completamente programado para procriar, ele carrega um encargo de passar para frente os seus genes e, portanto, acaba pensando nesse assunto com o instinto de caçador”.

Estudo realizado por Jennie Parker, uma renomada psicóloga britânica relata que, enquanto as mulheres sonham com algo assustador ou mesmo encantador, os homens sonham com relações sexuais e mulheres nuas, na maior parte de seus sonhos isso está sim, incluso”, conclui a psicóloga.

Felipe Pena, professor da Universidade Federal Fluminense disse que isso não pode ser visto de uma maneira tão radical assim. “Não devemos afirmar que o sexo masculino só pensa nisso, o que podemos falar é que eles são mais propensos ao assunto: Os homens são mais ligados a sua visão”. “As mulheres são mais sinestésicas, pensam com todos os seus sentidos e acabam se envolvendo pelo conjunto, não somente pelo que está em sua frente”, explica o psicólogo e jornalista.

O cérebro de homens e mulheres são totalmente diferentes, nele existe uma região centrada no lado esquerdo com o nome de área de Wemicke que é duas vezes maior no sexo feminino, por isso, as mulheres possuem uma maior facilidade de transformar os sentimentos em linguagem. “É por isso que as mulheres gostam de discutir o relacionamento, enquanto os homens preferem o silêncio. Já o sexo masculino possui uma área responsável pela localização espacial bem maior do que nas mulheres. Isso acaba refletindo em suas relações sexuais", relata o psicólogo.

O assunto também abriu espaço para outra discussão, será que essa tendência de pensamento pode levá-los a ser mais tendente a traição? De acordo com o estudioso Ismael, sim. “O ato de ficar pensando em coisas sexuais pode sim estimulá-los a cometer a traição, mas isso vai depender de cada um. É claro que comparando eles e elas devemos dar atenção às todas as alterações hormonais e também aos dados científicos que expressam o quanto os homens são menos monogâmicos que as mulheres, a resposta final é positiva: influenciando no relacionamento e também em sua fidelidade ", revela ele.

Pena também ressalta que: “Os homens fieis e inteligentes sempre vão valorizar o que tem. E as mulheres também. Existe um vício antigo de só valorizarmos aquilo que perdemos, porque, depois que perdemos, tudo se torna totalmente perfeito. Mas os homens e mulheres que são inteligentes conseguem perceber esse erro e começam a valorizar o que tem dentro de sua própria casa, sem precisar sair por aí buscando casos amorosos extraconjugais. Eu ainda acredito no casamento, compartilhando risadas e tristezas, isso é a verdadeira receita para ser feliz a dois”, explica ele.

Os estudiosos finalizam relatando que relações sexuais realmente são mais importantes para os homens do que para as mulheres, porém, isso não significa que o sexo feminino não se importe ou não goste de ter relações sexuais, isso só indica que elas pensam menos no assunto e também não buscam manter sua vida sexual ativa, iguais aos homens. #Dicas #Curiosidades