Encontrar alguém que goste de nós, nos passe confiança e que, principalmente, seja fiel, é um desejo quase que unânime. Existe, ainda, uma parcela da população que tem esse desejo, mas que não consegue ser assim com alguém, principalmente quando o assunto é fidelidade. Algumas vezes pensamos estar sendo traídos, e nos sentimos muito desconfiados. Porém, uma pessoa infiel deixará vestígios, tendo algumas atitudes um tanto quanto suspeitas.

Confira uma lista com algumas dessas atitudes que, geralmente, estão associadas ao nervosismo:

Olhos: alguém que está mentindo não consegue olhar nos olhos, portanto se seu parceiro(a) desvia o olhar ao conversar e distrai-se com algumas coisas para não olhar-te ele(a) está tendo uma atitude suspeita.

Fala: gaguejar, mostrar nervosismo na fala e alterar o tom de voz com assuntos relacionados à #traição pode ser um sinal.

Ciúmes exagerado: pessoas que traem sentem medo de serem traídas também, portanto passam a ter um cuidado e preocupação maior, tentando evitar que suas atitudes se voltem a elas. Nesses casos, o ciúme não passa de culpa.

Suor: o suor, principalmente quando se concentra nas mãos, testas e axilas, é uma característica marcante do nervosismo. Se ao falar sobre assuntos relacionados à infidelidade o(a) parceiro(a) tem essas características algo pode estar errado. Além do suor, mãos geladas também podem ser um indicativo.

Celular e redes sociais: ter privacidade é normal, todos precisam de momentos seus aonde podem falar sobre o que quiserem, porém, esconder o celular, apagar mensagens, não deixar que ninguém veja suas redes sociais vai além da privacidade e pode ser um sinal de que há algo a ser escondido.

Incoerência: o(a) parceiro(a) não consegue contar a mesma história mais de uma vez, e sempre que vai repeti-la fica pensativo(a) procurando palavras que se encaixem ou tentando se lembrar da história que foi contada antes. No final da história você não entende nada, porque, simplesmente, aquela desculpa não tem nenhum sentido. #Relacionamento