Caveat emptor é uma expressão latina que quer dizer “cuidado, comprador”, e significa que o comprador deve tomar cuidado porque o vendedor não se responsabiliza pela qualidade ou pela procedência do produto. Infelizmente alguns vendedores inescrupulosos vivem secretamente sob o lema caveat emptor, mas fazem todo o possível para seduzir o comprador, prometendo mundos e fundos. Por outro lado, alguns vendedores parecem determinados a deixar os possíveis compradores com uma pulga atrás da orelha e fazê-los pensar duas vezes antes de não comprar o produto deles. Confira alguns desses vendedores e seus avisos cômicos:

Ok, eles provavelmente queriam dizer “louças” - vai ver o Walmart ainda não se acostumou à existência da cedilha na língua portuguesa. Claramente são pratos, mas a perspectiva de receber “loucas diversas” em troca do suado dinheirinho não é nada animadora, mesmo a loja tendo abaixado o preço em três reais.

"Muita hora nessa calma", está escrito “leve 3 pague 4”, mas muito provavelmente eles quiseram dizer “pague 3, leve 4”, ou eles estão tentando racionar as fraldas Mônica e desestimular a compra de 3 pacotes de uma vez.

Vai ver que é o mesmo caso das fraldas: estão tentando desestimular tentativas de estocar bombons e evitar desabastecimento. Ou, o que é mais provável, quem criou esta promoção não sabe que três divido por três é bem mais que 0,59.

Bom, ninguém pode dizer que não foi avisado quando o nome fantasia do estabelecimento já diz o que acontece com quem come lá. Ou será que o modelo de negócios deles é receber dinheiro das pessoas para enviar comida envenenada para os inimigos delas? E o fato da especialidade da casa ser “nenhuma” deveria deixar os fregueses mais tranquilos (fazem tudo bem, não apenas um prato) ou mais apreensivos ainda (não fazem nada direito)?

Pois é, o copo de 500 mililitros custa 4 reais e o de meio litro (exatamente a mesma quantidade) custa 5 reais. O pior mesmo será se você pedir o copo de 500 mililitros e eles, por engano, cobrarem pelo de meio litro, não é? #humor #Curiosidade #imagens