Todo mundo já contou alguma mentirinha em algum momento da vida, isso ninguém pode negar. Seja para não ofender alguém, ou não magoar, o fato é que certas mentiras podem ser para uns algo não tão ruim assim. Como por exemplo, quando uma amiga corta o cabelo, e pergunta se ficou bom; por mais que você pense o contrário, você acaba dizendo que sim, que ficou lindo. Mas, na verdade você contou uma mentira para não a magoar.

Os pais, quando as crianças costumam fazer perguntas e ainda não têm idade para saber as respostas, também optam para a mentira, que para elas é a coisa certa a se fazer e dizer no momento. Querendo ou não, todo mundo acaba mentindo alguma hora, ou em alguma circunstância, mas a questão é saber quando isso pode ser prejudicial ou não.

Quando uma pessoa opta por viver à base de mentiras, isso pode ser muito danoso futuramente. As pessoas que estão em seu convívio, com o tempo, acabam se afastando, e não confiam mais no que ela diz.

Você saberia reconhecer uma pessoa que, na verdade, é um verdadeiro Pinóquio?

Vamos conferir alguns pontos que podem facilitar a saber quando a pessoa é ou não um contador de mentiras:

Pelas expressões faciais: se você não tinha nem ideia que isso podia entregar um mentiroso, saiba que as expressões faciais de quem mente podem ser facilmente reconhecidas. O tom da pele, quando a pessoa está contando alguma mentirinha, pode mudar, ficando rosada, ou um vermelho mais forte. Suar, ou piscar muitas vezes também pode mostrar que ela esteja contando algo que não é verdade. Isso acontece porque, ao inventar algo, a pessoa exige do cérebro mais atividades, e por consequência o corpo mostra isso.

Faça perguntas: se você desconfia que está ouvindo alguma mentira, comece a indagar com perguntas. Use um tom mais firme na voz, para que ela se sinta pressionada. Alterne com perguntas diárias, para que ele fale a verdade, e volte para perguntas mais bruscas. Ele acabará ficando enrolado, e você acabará pegando-a na mentira.

Mudança na conversa: sempre que uma pessoa está mentindo, ela tende a usar uma 3.ª pessoa na conversa. Normalmente é sempre quem você nunca ouviu falar, ou não conheça.

A pessoa mentirosa sempre prazer em mentir, e embora faça isso constantemente, sempre acaba se enrolando e sendo pega na mentira.Em alguns casos, é preciso até mesmo que essa pessoa tenha ajuda, pois o ato de mentir pode ser danoso e prejudicial para o desenvolvimento social e o convívio com as pessoas. #Entretenimento #Dicas #Curiosidades