A internet sempre surpreende pelo seu grande alcance e rapidez com que as informações se propagam pela rede. Hoje, praticamente todas as pessoas utilizam as redes sociais, para diversão ou trabalho. Fotos podem ser usadas para expressar sentimentos ou apenas provar algo, nesse caso a foto de um garotinho ranzinza foi usada para fazer uma espécie de chacota a comentários mais comuns de nosso dia a dia.

Na foto, todas as vogais são trocadas e substituídas pela letra "I", dando a entender que quem está falando é uma criança mimada e resmungona. Esse simples fato foi o bastante para que se tornasse a nova sensação do momento. Milhares de pessoas compartilharam e fizeram com que o meme ficasse mais conhecido.

Para se ter uma ideia, vários canais de notícias famosos comentaram sobre o crescimento da Fan Page dedicada ao garoto, que, em poucas, horas atingiu a marca de mais de 300 mil curtidas, chegando a bloquear a opção de curtir pelo grande volume de pessoas.

Casos como esse são mais comuns do que se magina. A internet proporciona a pessoas como eu e você, a oportunidade de crescimento sem qualquer gasto extra. Casos de sucesso como o do youtuber, Winderson Nunes, que atingiu a marca de mais de 10 milhões de inscritos, estão cada vez mais acontecendo, graças à popularidade e expansão que a internet proporciona.

Você pode estar se perguntando quem é o garoto da foto que viralizou na internet. Se trata de um personagem do seriado 3 é Demais, que foi exibido pelo SBT, nos anos 90. Ele se chama Aeron Bailey, um garoto irritante e chato, que inferniza a vida das gêmeas Mary-Kate e Ashley, típico de garotos que praticam bullying contra os colegas nas escolas.

Interpretado pelo ator Miko Hughes, que nasceu em Apple Valley, Califórnia, e que, com apenas 22 meses de idade, já fazia papéis em publicidades da época. No seriado, ele começou a fazer o papel de Aeron, a partir da terceira temporada.

Hoje, o rapaz trabalha como dublador e um dos últimos trabalhos no cinema foi a série The New Adventures of Pinkgirl. #Curiosidades #Facebook #Redes Sociais