O beijo é um dos contatos físicos capaz de despertar vários sentimentos, como também trazer uma sensação de bem-estar momentânea.

A sexóloga Denise Knowles afirma que “beijar, como qualquer atividade física, ativa a liberação de endorfinas no cérebro, substância ligada às sensações de prazer. E, convenhamos, beijar é muito mais interessante que correr na esteira.”

Muitos se perguntam qual a maneira correta de beijar, o importante é saber que algumas coisas podem ajudá-lo a dar o “#beijo perfeito”. Tudo começa pela aproximação, que não pode ser estranha como se você tivesse medo de encostar na pessoa, mas sim, suave e coordenada.

Nada de querer engolir a outra pessoa, ou puxá-la como se fosse um guincho. Chupar uma bala por exemplo, escolher um local onde tenham poucas pessoas com um clima agradável pode ajudar muito.

A trilha sonora do momento faz toda a diferença, imagine que em seu primeiro encontro esteja tocando aquela música que ficará guardada para aquela pessoa em especial, isso transformará o momento e uma inesquecível lembrança.

Explore os lábios e não tenha pressa, sinta-os encostar em sua boca, mantenha movimentos coordenados com os de seu par, como uma dança siga o ritmo. Sua cabeça deve estar do lado oposto, facilitando o movimento da boca, mudando sempre para dar uma sensação de “diferente", isso torna o beijo mais gostoso e agradável.

A língua deve ser outro fator importante, nada de já ir "mandando a língua na boca da outra pessoa", siga as preliminares o corpo humano gosta de ser estimulado, a língua deve ser usada por último após ter feitos todos os passos anteriores, sempre a girando em movimentos circulares, nada de movimentos programados siga de acordo com o momento.

O local pode significar muito numa relação, para o beijo ser perfeito não é diferente. Escolha sempre um ambiente agradável sem muito barulho e pessoas olhando, a sua intimidade não precisa ser vista em público ou opinada por outras pessoas, afinal o que ninguém sabe, ninguém irá atrapalhar. #Relacionamento #namoro