Com o desenvolvimento tecnológico, houve uma radical democratização dos meios de produção de conteúdo – dá para fazer vídeos até com celular, e, com o consequente surgimento de novos modelos de negócios, houve também uma radical democratização da capacidade de distribuir conteúdo. No caso das obras audiovisuais, o #youtube teve um papel marcante nessa revolução da distribuição.

Qualquer pessoa com acesso decente à internet pode fazer uso dele e expor diretamente sua produção ao respeitável público, dispensando o beneplácito dos chefões dos grandes meios de comunicação, que às vezes até “adotam” aqueles que se destacam nas novas mídias e tentam usar seus carismas para dar uma levantada nas antigas mídias (especialmente televisão e cinema).

Publicidade
Publicidade

A ascensão do Youtube acabou criando alguns astros improváveis, que, cremos, não teriam tido vez no modelo tradicional de entretenimento, e é de alguns deles que vamos falar aqui.

Felipe Neto

O ator com pouca visibilidade até então conquistou um bocado de fama com seu canal “Não Faz Sentido!”, um dos primeiros a alcançar relevância no Youtube nacional. A persona crítica e cheia de personalidade conquistou diversos fãs, provocou polêmicas a mais não poder – irritando fãs de Justin Bieber, Fiuk, Crepúsculo e Cinquenta Tons de Cinza, por exemplo – e tornou-se a fundação de um pequeno império no mundo da nova mídia.

Depois disso, ele se tornou o fundador do canal de esquetes Parafernalha, um dos mais importantes do Youtube, e da produtora Paramaker Network, dedicada à profissionalização dos #Youtubers brasileiros.

Publicidade

Há pouco tempo, ele vendeu a produtora e agora se responsabiliza por seu núcleo criativo.

PC Siqueira

Outro astro improvável, PC Siqueira, estrábico (ou seja, vesgo) e, até se tornar youtuber em tempo integral, ilustrador de quadrinhos, começou seu canal MasPoxaVida em 2010 e explodiu com seus vídeos críticos e sua visão do mundo Geek. O hobby acabou virando emprego e rendendo convites para participação em projetos televisivos, como o PC na TV, na MTV Brasil, por exemplo.

Veja só como o trabalho dele evoluiu.

Kéfera

Com seus canais 5inutos e Kéfera Vlog, o primeiro criado em 2010, o segundo em 2011, impôs-se à atenção dos usuários do Youtube, tendo se tornado uma das maiores youtubers do país. E suas empreitadas não se resumem à web. Ela já chegou ao mundo da telona, primeiro com sua voz na dublagem nacional de Operação Big Hero, da Disney, e, neste ano, estrelou É Fada! e O Amor de Catarina. Lançou dois livros pela editora Paralela: Muito Mais que 5inco minutos e T´á Gravando.

E Agora? Junto a outras famosas youtubers, lançou uma coleção de joias assinada por elas.

Publicidade

Em maio deste ano, lançou uma linha de esmaltes. Recentemente, postou um #Vídeo com o cantor Luan Santana.

Whindersson Nunes

Atualmente maior youtuber brasileiro, seu canal tem quase 15 milhões de inscritos, ou seja, mais gente do que há na cidade de São Paulo inteira.

Seu trabalho, que começou amador e sem recursos, evoluiu bastante, como você pode ver, mas a base – o carisma de Whinderson – continua a mesma.

Rezende Evil

Pedro Afonso Rezende é o criador do canal Rezende Evil, cujo nome, claro, faz referência ao próprio nome do fundador e à famosa série de jogos Resident Evil. Trata-se do maior canal sobre games do Youtube nacional, com mais de 9 milhões de inscritos, mais de 1 bilhão de visualizações e arrecadação anual média de 1 milhão de reais. O trabalho dele evoluiu muito, e ele sabe disso, como a reação dele a assistir a seu primeiro vídeo postado mostra.