Nenhum de nós nunca espera pela #Morte, mesmo sabendo que ela é inevitável e chega para todos. A morte sempre chega de surpresa, até quando existem doenças terminais. Mas existem alguns fatos que fazem com que algumas delas se tornem bizarras ou, até mesmo, ridículas. Separamos uma lista com algumas das mortes mais bizarras da história:

Abraçando o reflexo da lua

Foi o poeta chinês mais comentado do ocidente. Ele tinha fama de ser um famoso bebedor. Enquanto estava bêbado, ele escrevia seus poemas, e daí saíram os seus melhores. Ele gostava de escrever sobre amor, amizade, vinho e natureza. Numa noite, enquanto bebia e escrevia em seu barco, ele tentou abraçar o reflexo da lua num rio e acabou morrendo afogado.

Publicidade
Publicidade

Morte pela barba

Hans Steininger, era um Austríaco, que tinha fama por ter a barba mais longa do mundo, e, por mais incrível que pareça, ele morreu por causa de sua barba. Houve um incêndio na cidade onde Hans vivia, ele, com pressa para chegar ao local, não enrolou sua barba. O resultado disso é que ele tropeçou na própria barba, perdeu o equilíbrio e morreu após quebrar o pescoço.

Morte por segurar muito o xixi

Essa morte é um tanto quanto misteriosa. Mas os relatos são de que Tycho Brahe estava participando de um mega banquete, e, por educação, preferiu aguardar e não se levantar para urinar, o problema é que ele ficou horas assim. Tycho então desenvolveu um grave problema na bexiga, que mais tarde o levou à morte.

Morte pela boca

Uma das coisas que o rei Adolf Frederick mais gostava era comer, e, por conta disso, ele morreu.

Publicidade

Aos 61 anos, ele teve um problema digestivo após uma refeição. Nessa refeição havia caviar, champanhe, lagosta, sopa de repolho e outros 16 diferentes tipos de sobremesa.

Morte pela língua

Alan Pinkerton tinha uma famosa agência de detetives. O curioso é que ele morreu com uma infecção, depois de escorregar na rua e morder sua língua.

Morte por casca de laranja

Um homem estava caminhando pelas ruas da Nova Zelândia, quando escorregou numa casca de laranja. Após, ele quebrou uma de suas pernas, que logo depois teve que ser amputada. A cirurgia teve complicações acarretando em sua morte.

Morte por envenenamento, tiros, paulada e afogamento

Grigori Rasputin, um místico russo, havia sido envenenado com cianeto, mas a quantidade não foi suficiente para matá-lo. Então, as pessoas que o queriam morto atiraram pelas costas dele. Pouco tempo depois, Rasputin acordou vivo. As mesmas pessoas tentaram matá-lo em mais três oportunidades, mas ele sempre sobreviveu. Foi então que decidiram matá-lo a pauladas, e para evitar que ele sobrevivesse mais uma vez, jogaram o corpo no rio Neva. #Curiosidades