O Brasil é um país multicultural que recebeu bastante influência de seus imigrantes, porém, ao analisarmos a fundo alguns costumes diários praticados em outros países, veremos vários #hábitos saudáveis que poderiam ser trazidos e exercidos pelos brasileiros, a fim de melhorar a saúde, as relações interpessoais e o desenvolvimento do país. Acompanhe 6 #costumes curiosos praticados fora do Brasil.

Bicicleta como principal meio de transporte

Na Hungria, grande parte da população utiliza a bicicleta para se locomover dentro das cidades. A iniciativa já ultrapassa gerações e tem como principal objetivo proporcionar bem-estar através da atividade física e reduzir a poluição, diminuindo a quantidade de veículos que emitem gases poluentes.

Publicidade
Publicidade

Gorjeta

Nos EUA, a gorjeta é tida como um sinal de respeito aos prestadores de serviços básicos. Assim como nos filmes, os americanos têm como parte do pagamento dos serviços recebidos, uma contribuição em dinheiro para o funcionário que o atendeu.

Presente de boas-vindas

Na Alemanha, uma atitude típica é presentear os novos vizinhos com presentes e desejos de boas-vindas. Um costume tradicional entre os alemães é oferecer sal e pães para os novos moradores.

Sesta

Na Espanha, cochilar após o almoço é uma atitude comum entre os trabalhadores. O que muitos brasileiros sonham em fazer durante o horário de trabalho, é visto pelos espanhóis como uma atividade benéfica que reduz o estresse e melhora a concentração e a criatividade.

Pontualidade

Na Inglaterra, a pontualidade é questão de elegância e respeito ao próximo.

Publicidade

A famosa pontualidade britânica tem como principal objetivo valorizar e respeitar o tempo alheio dedicado a você.

Tirar os sapatos

No Japão, a atitude milenar de tirar os sapatos antes de entrar em casa pode reduzir em 85% a quantidade de bactérias trazidas da rua para dentro de nossas casas. Para os japoneses, o ato de deixar os sapatos na parte externa também é uma forma de fazer com que as energias consideradas impuras sejam impedidas de entrar em suas casas. #dicas internacionais