Nos últimos dias, a internet ficou alvoroçada com a notícia de que o planeta Terra passaria por seis dias de escuridão. Vários sites brasileiros e americanos começaram a divulgar essa notícia, que gerou pânico entre os usuários da rede. A divulgação informava que a luz solar seria bloqueada 90%, deixando os habitantes do #planeta em uma escuridão quase plena.

Os sites que estavam replicando a notícia afirmavam que a informação era do chefe da NASA, o que parecia dar mais veracidade. Os seis dias de escuridão seriam provocados por uma tempestade solar, porém, essa notícia não era verdadeira.

No entanto, um evento que foi realizado nos Estados Unidos, em San Francisco, trouxe uma séria discussão, que pode provocar um certo receio nos habitantes da Terra.

Publicidade
Publicidade

O assunto discutido durante a realização do evento foram sobre as estratégias que deveriam ser usadas no caso de uma ameaça de asteroide.

Os astrônomos confessaram que se a Terra tivesse um asteroide grande em sua rota de colisão, atualmente não teria como se fazer nada, pois não existe nenhuma estratégia traçada para um problema deste porte. Um dos profissionais que participava do encontro, Joseph Nuth, disse que "não existe nenhuma tecnologia que pudesse ser utilizada para combater esse problema". Nuth é astrônomo e faz parte da equipe da NASA, centro espacial de Goddard.

Os especialistas que estavam no evento afirmaram que um asteroide com tamanho suficiente para dizimar a vida no planeta seria algo extremamente raro.

Eles lembraram que os dinossauros foram exterminados do planeta há aproximadamente 65 milhões de anos, deixando margem para a probabilidade de que um asteroide possa estar a caminho da Terra novamente.

Publicidade

A notícia ruim dos pesquisadores é que todos os objetos que passaram perto do nosso planeta nos últimos tempos só tiveram sua identificação feita meses antes, ou seja, se fosse o caso de um asteroide não teríamos tempo para montar um plano de ação.

Um dos cientistas que participava do evento, Cathy Plesko, disse que não existe muitas informações sobre como é o interior dos asteroides. A suposição é que sua composição seja de rocha e gelo. #Curiosidade