Sabia que dormir sem a #Calcinha pode fazer bem para a saúde da mulher, evitando certas doenças incômodas ou até mesmo perigosas? Já explico: o que ocorre é que, segundo os médicos, a região da vagina fica abafada por causa da calcinha, o que significa que a peça íntima acaba prejudicando a transpiração e atrapalhando a ventilação da região vaginal, abrindo caminho para a proliferação de organismos indesejáveis como fungos e bactérias e, consequentemente, favorecendo o surgimento de infecções, como, por exemplo, a candidíase.

Assim sendo, talvez seja uma boa ideia dispensar a peça íntima sempre que for possível, quando estiver em casa sozinha e sem perspectiva de visitas, por exemplo, ou pelo menos para dormir, digamos -- para não falar daquele jeans apertadinho e sensual que faz sucesso entre os rapazes, mas é uma bomba para a saúde da sua vagina. Dormir como veio ao mundo pode, inclusive, ser uma opção muito boa para arejar a área da vagina e garantir que a transpiração natural não sofra interferências. Que tal tentar?

No terreno das respostas menos radicais, mas também bastante úteis, que tal repensar o tipo de calcinha que usa? O tecido da peça íntima faz diferença no efeito dela sobre a saúde feminina. As calcinhas de algodão costumam ser recomendadas pelos ginecologistas por uma simples razão: favorecem a ventilação e ajudam na transpiração da região da vagina, o que torna o ambiente vaginal menos acolhedor para os microorganismos nocivos, diminuindo um bocado o risco de infecções. Outros tipos de tecido para roupas íntimas, como o elastano, por exemplo, mesmo que possam ser mais confortáveis de usar, não são tão bons para a saúde vaginal, pois abafam a região e interferem com o equilíbrio da pele.

Usar absorventes diariamente, isto é, mesmo fora do período da menstruação também pode abafar a região vaginal, prejudicando o autoequilíbrio da região e estimulando a proliferação de organismos nocivos e favorecendo o surgimento de infecções. O ideal é só usar o absorvente, seja ele interno ou externo, no período menstrual. #Mulher