O orgasmo é uma resposta do #Corpo ao ápice do prazer na estimulação sexual que acontece em ambos os sexos e tem reações físicas e psicológicas. O orgasmo feminino dura cerca de 20 segundos, enquanto o masculino dura em média 6. O ato pode trazer muitos benefícios, como por exemplo, eliminar tensões, proporcionar bem-estar e aumentar a imunidade, pois durante o orgasmo acontecem diversas coisa no corpo. Confira a seguir uma lista de coisas que acontecem no corpo humano durante um orgasmo e que contam com comprovação cientifica.

  • Liberação de hormônios que dão a sensação de bem-estar: ao atingir o orgasmo, o corpo libera endorfina, serotonina, dopamina e oxitocina que são conhecidos como o quarteto da felicidade. Esses hormônios provocam uma sensação de bem-estar e felicidade, e, por isso, o orgasmo é famoso por trazer felicidade.
  • Contrações musculares: ao atingirem o ápice do prazer, as mulheres sentem contrações em suas regiões íntimas, que contém muitas terminações nervosas, cerca de 8 mil. Os homens também sentem contrações nas regiões íntimas, mas, além disso, há também tremores nas coxas, devido à contração da próstata que ocorre durante o intenso prazer.
  • Taquicardia: embora não seja sempre e nem em todas as pessoas, pode haver taquicardia após ou durante o orgasmo. Isso ocorre devido ao aumento do fluxo sanguíneo e também devido à contração de músculos.
  • Hormônio do amor: como já dito acima, o corpo libera oxitocina, o hormônio do amor, e isso faz com que se tenha uma sensação de maior afeto pelo(a) parceiro(a), além de eliminar sensações de medo e ansiedade.
  • Alteração no tamanho do clitóris: com o aumento do fluxo sanguíneo, o clitóris aumenta de tamanho, assim como o pênis. No entanto, ao atingir o orgasmo, o clitóris diminui em tamanho.

Há muitas dúvidas que cercam o orgasmo e a melhor forma de tirá-las é perguntando a especialistas, seja ele um médico, sexólogo ou um amigo que entenda muito do assunto.

Publicidade
Publicidade

Algumas pessoas têm dificuldades para atingir o orgasmo, principalmente as mulheres, isso é extremamente normal, porém, se o fato incomodar, é recomendado que um psicólogo especializado no assunto seja consultado. #Curiosidades