A Coca-Cola é uma das bebidas mais consumidas no mundo inteiro, o produto é apreciado por crianças e adultos e está a venda desde o ano de 1892. Sua fórmula foi elaborada pelo farmacêutico John Pemberton, e sua única intenção era que o produto contribuísse para que o vício em morfina fosse deixado de lado por seus pacientes.

Naquele tempo a fórmula era vista como “vitalidade mais potente dos órgãos sexuais”, e os pesquisadores realmente afirmam que a Coca-Cola pode, de fato, oferecer o efeito contrário do que se era esperado, principalmente naqueles que acreditavam que o produto poderia oferecer alguns benefícios para a sua vida sexual.

Publicidade
Publicidade

Uma lata de Coca-Cola nos oferece uma quantidade tão grande de açúcar, que certamente você vomitaria logo depois de ingerir a quantidade não processada no refrigerante. Por isso, não é nenhuma novidade que a bebida nos traga alguns males a nossa saúde, afetando drasticamente diversas áreas de nosso organismo.

Por que a Coca-Cola pode afetar a nossa saúde?

Em uma latinha de 350 ml da bebida é encontrado 35 gramas de açúcar, que equivale a sete colheres de chá, passando da quantidade recomendada diariamente pelos nutricionistas. Para que esse gosto açucarado passe despercebido, a sua fórmula carrega o ácido fosfórico, que faz com que você não fique enjoado ao consumir uma grande quantidade do produto.

O que poucos sabem é que, o consumo abusivo do açúcar não está ligado somente ao diabetes e obesidade, além de afetar o coração, o refrigerante também pode causar danos ao órgão genital masculino.

Publicidade

Quando o homem passa a consumir muito açúcar, ele pode começar a apresentar alguns problemas penianos, como a impotência ou disfunção erétil.

Pesquisadores da Universidade de Copenhagen, localizada na Dinamarca, passaram a estudar o organismo de homens que consumiam aproximadamente um litro de Coca-Cola diariamente, e comprovaram que os mesmos exibiam uma contagem de 30% menor de esperma, comparado aos homens que dificilmente ingeriam a bebida.

Isso pode não parecer importante, porém apresentar problemas com a qualidade e concentração de espermatozoides não é nada bom para o sexo masculino, já que, isso pode aumentar absurdamente o risco de se tornar infértil. Outra pesquisa divulgada pelo Jornal Central Europeu de Urologia comprovou que os refrigerantes que contem adoçante em sua fórmula também apresentam uma ligação com problemas de ereção. Eles encontraram um problema com a frutose do xarope de milho, que está presente na Pepsi, Sprite e Coca. Isso pode tornar maiores as chances de obter uma disfunção erétil, principalmente porque a fórmula aumenta os níveis de colesterol e automaticamente prejudica as artérias e o órgão genital masculino. Os estudiosos recomendam que o consumo seja totalmente equilibrado, pois só assim você conseguirá evitar inúmeros danos que a bebida pode oferecer para o seu organismo. #Curiosidade