Sempre que pensamos na ilha de Fernando de Noronha, pensamos em algo como o paraíso na Terra. De fato, é. Mas saiba que há, pelo menos, dez fatos sobre o local que você precisa saber antes de ir visitá-lo.

1 - Noronha pertence a PE, mas é mais perto do RN

A ilha está localizada a 545 km de Recife (PE) e a 360 km de Natal (RN). No entanto, ainda que esteja mais próxima do território potiguar, a ilha pertence ao estado de Pernambuco. Isso acontece devido à questões políticas. Miguel Arraes, ex-governador de Pernambuco, foi preso em 1964 durante a ditadura militar e condenado a viver no exílio em Noronha por sete meses. Após os anos de chumbo e chegada a redemocratização, Noronha, que era território federal, passou a ser administrada por Pernambuco como uma forma de retratação a Arraes pelo ocorrido.

Publicidade
Publicidade

Hoje, é possível encontrar uma praça com o nome do ex-governador e uma estátua sua lá na ilha.

2 - A ilha já foi invadida por ingleses, holandeses, franceses

O mundo todo quer Noronha! Apesar das invasões, ocorridas entre os séculos XVI e XVIII, os gringos foram expulsos definitivamente em 1736, passando à dependência pernambucana. Torna-se território federal em 1942 e volta a ser de Pernambuco em 1988, pelos motivos citados no item 1.

3 - Esqueça os outros meios de locomoção: pegue carona em um buggy!

Táxis em Noronha são caríssimos. Para se ter uma ideia, a taxa miníma da bandeira custa R$20,00. É possível tomar a única linha de ônibus que existe (que vai de uma ponta a outra da ilha): a linha Porto-Sueste. Mas a melhor opção com certeza é a carona! Em Noronha, as pessoas te dão carona caso você peça.

Publicidade

É só colocar a mão quando algum carro passar (não necessariamente um buggy), que as pessoas te darão carona. Você não gasta nada e ainda socializa.

4 - A segunda menor rodovia do Brasil está em Noronha

A BR 363 possui apenas 7km de extensão e liga o Porto de Santo Antônio à Praia do Sueste. É considerada a segunda menor BR do #Brasil, perdendo apenas para a BR 488, em SP. Ela não está ligada a nenhuma estadual ou federal e é a única rodovia em toda a ilha. Apesar disso, há uma coisa muito importante a se considerar: em Noronha não há semáforos nem trânsito!

5 - Tudo é muito caro

Estamos falando de uma ilha. Logo, o acesso à entrada de quaisquer recursos se dá por duas formas: aérea ou marinha. Isso aumenta o preço dos produtos, bens e serviços. Além disso, há que se explicitar que é um local voltado para o turismo. Infelizmente, os preços não são acessíveis à grande maioria da população. Mas, se você economizar, vale muito a pena ficar 3 ou quatro dias tranquilamente (aliás, essa é a média de tempo que boa parte dos turistas ficam na ilha).

Publicidade

6 - Não estranhe se você não conseguir encontrar um...banheiro

Nem todos os estabelecimentos da ilha possuem sanitários. Isso acontece porque qualquer construção a ser realizada na ilha precisa passar por um crivo do governo antes de ser executada - por questões ambientais e de saneamento básico. Assim se você for a um bar e não encontrar um banheiro, não estranhe. Infelizmente você terá que usar o que a natureza oferece e o que os ilhéus costumam falar sempre: "o mar ou o mato".

7 - Algumas praias são particulares

Para ter acesso à algumas praias como a do Sancho ou a do Atalaia você precisará desembolsar grana. Em alguns casos, terá que, inclusive, agendar o horário de visitação para conhecer o local.

8 - Na ilha não tem cobras

Você não encontrará cobras ou serpentes em Noronha. Pode fazer as trilhas sem medo! Lá você encontrará animais fofinhos como os golfinhos, as mabuias e os mocós.

9 - Você verá artistas o tempo inteiro

Verdade! Paulinho Vilhena, Bruno Gagliasso, Carol Castro, Marina Ruy Barbosa e outros famosos quando não estão trabalhando estão em Noronha.

10 - Noronha tem a praia mais linda do mundo!

A Baía do Sancho foi considerada em 2015, a praia mais linda do mundo segundo o TripAdvisor. Só indo lá pra ver de perto essa maravilha!