Ninguém gosta de ser traído. O honrado Otelo, na famosa peça de Shakespeare, matou a esposa, a puríssima Desdêmona, por achar que ela o traíra. Ela não o tinha feito. Bom, as fotos seguintes mostram os resultados de vinganças, felizmente, não tão trágicas quanto a de Otelo. Para ser justo, é bom ressaltar que, provavelmente, nenhuma das vítimas dessas vinganças era uma Desdêmona.

1 - Essa mulher deveria estar com raiva. Como eu sei que é uma mulher? Vocês sabem: "o inferno não contém ira igual ao de uma mulher desprezada". E se o dono achou ruim "sem perceber que aquele abençoado poderia ter sido vocês", como diz uma velha canção.

Publicidade
Publicidade

Que se dê por satisfeito por ela ter feito isso com o carro, não com ele.

2 - Falando em canções, como dizia aquela de Jim Croce: "Não se dá um puxão na cama do Super-Homem/ Não se cospe contra o vento /Não se arranca a máscara do Lone Ranger (Cavaleiro Solitário, um herói de filmes de faroeste que surgiu no rádio na década de 30). Também não se trai o tatuador...

3 - Heine, grande poeta alemão, escreveu que onde se queimam livros, acabarão por queimar pessoas também. Se ela fez isso com o pobre Audi R8, que nunca fez mal a ninguém, imagine o que ela teria feito com ele se pudesse...

4 - No barco, está escrito "marido traidor" em inglês. Se ele fosse mesmo pescar com os amigos quando diz que vai, isso seria constrangedor para ele (como explicar aos amigos?) e muito justo da parte dela (caluniando o pobre maridinho).

Publicidade

Como ele não vai mesmo, "tudo está bem quando termina bem".

5 - Essa mania de depredar a propriedade de companheiros traidores pega. Ela está escrevendo "espero que ela tenha valido a pena" em inglês. E eu digo: você não sabe da missa a metade.

6 - Deus me perdoe se eu estiver sendo injusto com meus semelhantes, mas acho que muito homem preferia que a mulher fizesse isso com o filho a fazer com o iPhone deles.

7 - Bom, essa foi depredar a casa da amante do marido. Não digo que seja mais justo do que depredar a propriedade dele, mas é pelo menos uma variação interessante. A quem interessar possa, ela escreveu coisas como "deixe meu homem", "prostituta" e "casa da p***".

8- A placa diz "Fui infiel. Este é meu castigo". Ou ele gosta muito dela ou decidiu que, financeiramente, não pode se dar ao luxo de passar por um divórcio.

9- "Cão perdido. Foi visto pela última vez transando com a melhor amiga da mulher. Atende pelo nome de Steve" e por aí vai. Não dá para ver, porém, se ela oferece uma recompensa pela devolução do Totó. Suspeitamos que o próximo cartaz será um de "Procura-se Morto ou Morto".

10- Se ela tivesse pintado o marido ou a amante de vermelho, seria uma violência reprovável, mas pelo menos faria sentido, mas, me diz: o que foi que o carro fez para ela?

#Curiosidade #imagem #Humor