Os métodos #contraceptivos, dissociando o sexo da reprodução, tiveram um papel importante na consolidação da revolução sexual e despertaram enormes polêmicas morais quanto ao jeito correto de lidar com o sexo. Permitindo às mulheres adiar a gravidez, ajudaram a moldar o novo perfil de escolaridade e participação da #Mulher no mercado de trabalho.

Apesar da enorme influência dos métodos anticoncepcionais nos rumos da sociedade, há muitas #coisas que as pessoas não sabem sobre eles. Veja a seguir curiosidades pouco conhecidas sobre os métodos anticoncepcionais:

1 - A pílula não foi o primeiro anticoncepcional oral

As mulheres da cidade-estado Cirene, localizada no norte da África, no território da atual Líbia, durante as antiguidades grega e romana, usavam uma erva chamada silphium (que também tinha outros usos médicos e usos culinários e era tão importante para a economia local que aparecia nas moedas da cidade), para evitar a gravidez.

Publicidade
Publicidade

Há controvérsias hoje quanto à identidade desta planta, que era considerada muito valiosa.

Além disso, inspiradas pela lenda de Perséfone, algumas mulheres da antiguidade ingeriam sementes de romã para prevenir a gravidez.

2 – Houve grande resistência à pílula anticoncepcional

Nos Estados Unidos, por exemplo, embora a pílula tenha sido liberada pela FDA (organização que fiscaliza os remédios) para uso contraceptivo no começo da década de 1960, apenas em 1972 a Suprema Corte decidiu que era ilegal para os estados restringir o acesso de mulheres solteiras à pílula. Segundo a decisão da corte no caso Eisenstadt versus Bair, tratar solteiros e casados de maneira diferente nesse caso violava a Cláusula de Proteção Igualitária.

No Japão, a pílula só foi liberada em 1999.

3 – O DIU (Dispositivo Intrauterino) pode “decapitar” um esperma

Os DIUs funcionam de várias maneiras, de modo a fazer do útero um espaço realmente inospitaleiro para os gametas masculinos.

Publicidade

O cobre atua como substância espermicida. Os DIUs de cobre não-hormonais às vezes separam cabeça e cauda do espermatozoide, “decapitando-o”.

4 – O princípio ativo da pílula é originária do inhame

O tipo de progestina presente nas primeiras pílulas, a noretindrona, foi sintetizada pela primeira vez na década de 1950 pela empresa Symtes, na Cidade do México, a partir de um inhame selvagem mexicano, o barbasco.

5 – Preservativos e pneus foram favorecidos pela mesma tecnologia

A criação por Charles Goodyear (é, o dos pneus) de um método para criar borracha vulcanizada permitiu a produção deste material. Os modelos de látex só vieram depois da década de 1920.