O #verão chegou e, com ele, a preocupação de cuidar melhor dos animais domésticos. Pequenas mudanças no hábito deles, durante essa temporada, garantem uma vida de qualidade. Os cachorros e gatos são seres que precisam de cuidados minuciosos, portanto, é fundamental dobrar a atenção durante essa época do ano.

Veja 8 dicas que podem ajudar:

1. Higiene

Ao dar banho no seu animal, tenha #Cuidado, pois, nesta época do ano, é mais suscetível que ele tenha choque térmico. O recomendável é primeiro molhar algumas partes, como, por exemplo, as orelhas e as patas, para depois molhar cuidadosamente o restante do corpo, assim não correrá risco dele passar mal.

Publicidade
Publicidade

É fundamental que o banho do seu bichinho seja regular.

Outra observação importante é não exagerar na utilização do shampoo, pois pode irritar a pele. Outra dica legal é aparar os pelos, mas sem exagero, pois tirando tudo, pode causar queimaduras. Escovar os pelos com frequência também os ajudam a aliviar o calor.

2. Hidratação

É muito importante manter o seu 'filho peludo' hidratado. Verifique com frequência se o pote de água está cheio, se a água está limpa e fresca. Alguns animais não gostam de tomar água suja, é o caso dos gatos, portanto, tenha essa atenção. Na hora do passeio, é de suma importância levar uma garrafa de água gelada. Eles também podem tomar suco de frutas e água de coco, procure mais informações com o veterinário, pois existem duas frutas (uva e carambola) que são tóxicas tanto para cães como para gatos.

Publicidade

3. Proteção Solar

Sim, existem produtos específicos para proteger seu cão e gato dos raios solares. Aqueles que costumam passear com frequência e que tenham a pelagem mais curta precisam do protetor solar para evitar problemas de pele. Ao passar o produto neles, priorize aquelas partes mais expostas ao sol, como: focinho, orelhas e ao redor dos olhos.

4. Tratamento

Em dias mais quentes, é comum que surjam mais pulgas e carrapatos, então, mantenha em dia o tratamento do seu bichinho. Utilize produtos de higiene voltados para este fim.

5. Exaustão

Caso o animal apresente alguns sintomas de cansaço, salivação, dificuldades para respirar, falta de apetite e sede ou ainda esteja ofegante, é bom ficar atento. Se os sintomas forem leves, coloque-o na sombra e dê muita água fresca. Mas, se os sintomas forem graves, procure um veterinário o quanto antes e peça orientações.

6. Horário de passear

É fundamental prestar atenção no horário de passear com seu bichinho. O ideal é sair para passear entre 10h e 15h naqueles dias mais quentes de verão.

Publicidade

Mais uma dica importante é sempre caminhar com ele pela sombra, de preferência onde tenha grama, de modo a proteger as patinhas dele.

7. Passeio de carro

Cuidado ao passear com o seu #pet dentro do carro, pois a temperatura por lá pode subir até 5 graus, em cinco minutos. Ainda que você deixe as janelas do carro abertas, o risco dele passar mal é altíssimo, portanto, tenha cautela ao sair de carro com ele e não o deixe sozinho.

8. Passeio ao ar livre

Se for passear no parque ou na praia, verifique se o local é seguro, é importante que tenha sombra, grama e água fresca para o conforto do seu bichano. Se for entrar na piscina ou no mar com ele, esteja por perto sempre, também é interessante colocar um colete de salva vidas nele durante o banho de piscina.