Com certeza você já deve ter visto alguns vídeos nojentos que mostram médicos ou a família retirando espinhas e cravos gigantes que chegam a ser nojentos, ou aqueles que removem insetos do ouvido de uma pessoa.

Se ainda não viu, você é uma pessoa de sorte e indicamos que não assista ao vídeo a seguir caso tenho um estômago fraco. Se já assistiu pelo menos um desses vídeos, você já deve ter se perguntado como aquele bicho foi parar lá, ou talvez ficou indignado e imaginando a falta de higiene que a pessoa deve ter para que isso ocorra.

Esses tipos de vídeos ficaram populares pela internet e existem centenas de casos parecidos, mas o que você verá abaixo é bem diferente dos que você talvez já tenha visto.

Publicidade
Publicidade

Um aluno disperso

Um aluno chamado Etua Raki estava com dificuldades de aprender e de se relacionar com os seus colegas de classe, Ao observar o seu comportamento disperso, a professora resolveu avisar aos pais da #criança. Ela achou que provavelmente ele estava com um problema de audição.

Ao receber a noticia, Tania, mãe de Raki, fez alguns testes em seu filho e após perceber uma diminuição em sua capacidade de ouvir, ela o levou para uma clínica para realizar uma consulta em um otorrinolaringologista em uma clínica móvel que ajudava os moradores de comunidade carente.

De acordo com o site americano “AWM”, a clínica móvel permite que as crianças recebam cuidados de #Saúde adequados que eles merecem, de uma forma oportuna do que normalmente recebem.

Ao ser atendido, não demorou muito para a enfermeira descobrir por que o menino tinha uma diminuição na capacidade de audição.

Publicidade

Etua Raki tinha um pedaço de Lego e uma bateria de brinquedo em seu ouvido. Uma coisa que não se vê todo dia. As duas peças foram removidas, e em seguida ele já estava ouvindo normalmente.

Sua mãe não tinha a mínima ideia de quanto tempo as peças tinham sido enfiadas no ouvido do menino. Etua ainda tem um longo caminho pela frente com sua recuperação. Os objetos causaram danos graves e ele terá que passar por vários testes, tratamento e, possivelmente, até mesmo cirurgia, mas o resultado poderia ter sido muito pior se não tivesse utilizado os benefícios da clínica móvel.

Assista ao Vídeo abaixo:

#Bizarro