Essa história já foi contada em um filme, mas por incrível que pareça, se trata de uma história real. O fato ocorreu no ano de 1976, quando a Vilasa, de 42 anos de idade, foi atacada por uma cobra. Ela morava na Índia e em seu tempo livre saiu para pegar comida para seus filhos e animais como era de costume, quando foi atacada por uma cobra.

Chegando em casa, Vilasa recebeu ajuda de suas filhas. Elas rapidamente a levaram para um famoso curandeiro da cidade local, que aparentemente não conseguiu ajudar a salvar sua vida.

A tradição local manda queimar os corpos dos enfermos e jogá-los no Rio Ganges.

Publicidade
Publicidade

Mas quando a pessoa é picada por cobras, isso acaba não sendo necessário. Vilasa foi enrolada em um pano e lançada nas correntezas do rio. Horas depois, seu corpo foi achado por pescadores locais. Porém, algo estranho havia acontecido. Eles perceberam que a mulher ainda estava viva, a resgataram e a levaram para um templo da região.

Por incrível que pareça, Vilasa perdeu a memória, não se lembrava nem mesmo de seu próprio nome, ou onde nasceu e como foi parar naquele lugar. Por ela estar debilitada e confusa, resolveram abrigá-la no templo. Porém, 40 anos se passaram, e a mulher foi aos poucos se lembrando de algumas coisas.

Um morador chamado Hisk, que morava do outro lado do rio, em Bidhoo, se lembrou do funeral de Vilasa, que havia acontecido há quatro décadas e acabou ajudando-a encontrar sua família.

Publicidade

Depois de vários anos tida como morta, a mulher finalmente, com a ajuda de amigos, conseguiu reencontrar sua família. As filhas em um primeiro momento não entenderam muito bem, mas acabaram reconhecendo a mãe. Uma das coisas que ajudaram as filhas a reconhecê-la foi uma marca de nascença que ela tinha na perna.

Esta história foi relatada pelo jornal "The Times of India" e em um curta-metragem, mostrando que milagres também podem acontecer. Nesse caso, não se sabe a razão que acabou levando Vilasa a aparentar momentaneamente que estava morta, mas o importante é que hoje estão todos bem e com saúde. #Bizarro #milagre #Mundo