Já parou para pensar no que acontece no corpo de alguém apaixonado? A verdade é que muita coisa acontece no seu corpo enquanto você achar que aquele gato ou gata do trabalho é o amor da sua vida.

Primeiro, o contato visual, que fornece pistas de que você, consciente ou inconscientemente, usará para avaliar o sujeito como um possível parceiro.

O olfato, esse sentido tão desprezado, entra em ação e não é só para você saber se o sujeito tem mau cheiro. Os feromônios, substâncias liberadas pelo corpo, podem transmitir muitas informações - pesquisas indicam que as pessoas tendem a preferir parceiros que cheirem como elas.

Um dos fatores na paixão é a dopamina, um hormônio que o cérebro libera e que causa uma sensação de bem-estar e está ligado à euforia que costuma tomar conta dos apaixonados.

Publicidade
Publicidade

Outro hormônio que pode ter papel na paixão é a oxitocina, que, além de ser liberada durante o clímax sexual, é responsável pela criação de laços de afeto, no estabelecimento do comportamento de fêmeas que se tornaram mães recentemente e, interessantemente, depois de uma sessão de afagos de voluntários em cachorros, se descobriu que ambos, humanos e cachorros, tiveram suas quantidades do hormônio aumentadas. Enfim, a ocitocina tem importante papel no estreitamento de laços de afeto.

A tempestade hormonal responsável pela febre da paixão costuma durar entre 12 e 48 meses - o que é o bastante, em tese, para que os apaixonados tenham um filho, que é o objetivo da natureza (se é que se pode atribuir motivos a abstrações): "quem se não comunica, se trumbica" e quem não deixa descendentes, não passa seus genes adiante.

Publicidade

Com um pouco de sorte, passados o delírio e a exaltação, a paixão se torna amor e a relação continua em bases mais firmes e realistas.

Um exemplo de como os sentidos são afetados pela paixão foi dado por um estudo em que voluntários escreviam um texto sobre sua razão de viver e depois eram expostos a fotos de indivíduos - alguns de aparência comum e outros muito atraentes. Aqueles que se descreveram como apaixonados não conseguiram prestar a devida atenção nas fotos dos indivíduos bonitões. #coisas #apaixonado