Afim de relaxar na companhia dos cachorros de estimação, Maxine Caulfield, 49 anos, residente do condado de Antrim, Irlanda do Norte, resolve passear pela lendária floresta Slieveanorra, cuja fama de ser mal-assombrada, após um avião cair no local, na década de 1940, é conhecida em todo o país.

Contudo, a europeia, que parece não temer o folclore, ao adentrar à mata, presencia uma criatura alta e peluda, escondida entre as árvores, após seus cães latirem para o ‘monstrengo’.

Apesar do medo, mas sem titubear, ela fotografa a área de interesse dos cachorros, e o resultado é a foto estampa nesta matéria. Ao menos, ela jura que é real.

Publicidade
Publicidade

De acordo com o jornal inglês Daily Mirror, de quinta-feira (12), moradores divergem sobre a identidade do fenômeno registrado.

Enquanto alguns acreditam ser o Pé Grande (Bigfoot), outros apontam espíritos das vítimas do acidente aéreo, como sendo vistos a vagar pela floresta.

Habitantes contam que em outubro de 1942, época da Segunda Guerra Mundial (1939-1945), houve a queda de um bombardeiro B17, da Força Aérea dos Estados Unidos, na floresta Slieveanorra. Na ocasião, toda tripulação morreu, cerca de dez pessoas.

Embora haja a hipótese da irlandesa ter observado o “fantasma” de algum tripulante do B17, a maioria das pessoas acredita que a imagem evidencia o mítico Bigfoot, devido as características físicas da entidade: pelos compridos, estatura alta, vive na mata etc.

Maxine diz não saber a origem do monstro fotografado por ela.

Publicidade

Contudo, afirma ter sentido medo e surpresa ao constatar a inusitada presença.

“Eu não tenho ideia do que é, mas quando eu vi, realmente me assustei. Não é como qualquer coisa que eu já vi antes”, fala.

Segundo a mulher, que admite ter visualizado a figura somente ao chegar em casa, ela revela ter fotografado a criatura devido aos cachorros latirem para a área onde o bicho estava. "Era como se eles soubessem que algo estava lá”, diz.

A irlandesa acentua que a região da floresta é repleta de narrativas fantasmagóricas. Ainda ressalta ter achado uma misteriosa cruz de madeira cravada no chão da mata, com a seguinte data: 31/03/76 (foto 2 da matéria).

Para Maxine Caulfield, a imagem do suposto Pé Grande, ou assombração, é real. "Tudo se resume a algumas coisas estranhas acontecendo. Eu nunca vi uma forma como aquela na foto", conclui.

Infelizmente, não há informações sobre a data exata da ocorrência. Na galeria de imagens, veja a foto do alegado Pé Grande. Na foto 2, a imagem da cruz encontrada pela mulher. Por último, o retrato de irlandesa. #Curiosidades #Viral #Internet