Especialistas de todo o mundo são unânimes em dizer que quanto mais você se conhecer, menos vai sofrer de vazio existencial.

Esse estudo foi postado no site "Higher Perspectives" e segundo eles, o autoconhecimento permite que enfrentemos nossos medos e vejamos que eles não são tão assustadores depois de conhecidos. Aprendemos com nossos defeitos a equilibrar nossas emoções e acabamos por desfrutar de mais saúde física, uma vez que há uma conexão direta entre mente e corpo.

Vivências, terapias, testes lúdicos - como esse - ajudam a integrar nossas emoções com corpo e mente. Uma vez interiorizados esses conhecimentos, vamos entendendo melhor a nós mesmos e nosso papel no ciclo da vida.

Publicidade
Publicidade

Tendo isso em vista, escolha uma das conchas acima (ou abaixo) e veja o que ela diz sobre você:

Concha 1

Essa concha é bastante diferente em sua parte externa e interna. Seu exterior é áspero em contraste com seu interior macio.

Se essa foi sua escolhida, é muito provável que atualmente você se encontre mais forte, já que passou por tempestades, provações e resistiu a elas. Dotado de muita sensibilidade, a proximidade com pessoas negativas o incomoda profundamente, sua sensibilidade acaba por carregar, como uma esponja, essa negatividade e você se sente cansado.

Precisa passar algum tempo sozinho para se refazer, depois fica pronto para se doar novamente.

Sua sabedoria provém da observação e da experiência obtida com as tempestades da #vida, as quais você resistiu bem (ainda que carregue as marcas dela).

Publicidade

Reserve tempo para estar consigo mesmo.

Concha 2

Ao contrário da concha de número 1, essa concha é mais suave por fora do que por dentro. A impressão que se tem ao olhar pra ela é que, assim como o sol, irradia luz. Você, da mesma forma que essa concha, tem servido de luz para muitas pessoas e por vezes acaba se magoando quando não recebe esse mesmo carinho de volta. É preciso que você aprenda a dizer “não”. Isso não quer dizer que vá parar de irradiar sua luz, mas vai fazer com que você equilibre o tempo entre desfrutar sua luz e doá-la. Equilíbrio é sempre a chave para tudo na vida.

Você tem mania de perfeição, portanto, policie-se para não se cobrar tanto. Você já é bom o suficiente, mas se continuar tentando atingir a perfeição vai se decepcionar porque a perfeição é inalcançável. Permita-se errar. Divirta-se com seus erros. Viva o presente. Deixe de ser ansioso com relação ao que o futuro lhe reserva.

Concha 3

Mais lisa por fora do que as outras duas, essa concha possui um serrilhado em seu interior para proteção.

Publicidade

É quase como se ela advertisse: “Não entre. Respeite meu espaço ou posso te machucar.”

Você é apegado e, por ter escolhido essa concha, vê-se que é hora de você deixar ir o que não lhe serve mais. Assuma o controle da sua vida selecionando o que deve ficar nela e o que já não serve mais. A vida é cíclica, portanto, recicle-se. Talvez você precise se libertar de convenções sociais que teve que seguir a vida toda. Talvez você precise deixar ir o passado, perdoar e seguir em frente. Isso serve também para a pessoa amada. Não há problemas em continuar amando-a, mas deixe-a ir. Acolha novos amores.

E então?

Qual concha você escolheu? Ela teve a ver com seu momento? Por favor, conte-nos sua experiência nos comentários abaixo. #Relacionamento #psicologia