Se apaixonar e iniciar um #Relacionamento não é algo difícil. Porém, estar em um relacionamento por um longo tempo se torna algo complicado para muitos. Existem inúmeras razões diferentes que demostram o real motivo para que isso venha a acontecer.

Estar amando, mandar mensagens, pensar na pessoa, lembrar-se dos momentos que passaram juntos e sentir borboletas no estômago quando finalmente se encontra com a pessoa é algo maravilhoso. Mas, com o passar do tempo, tudo isso começa a ser normal, podendo trazer algumas brigas e distanciamento. Cada relação se resume em muitos conceitos, objetivos e preferências, não tem uma regra que determine a “quantidade do #Amor” que estipule uma boa convivência.

Publicidade
Publicidade

Porém, um estudo publicado recentemente revela que existe um determinado fator que pode revelar quando o parceiro ama intensamente, dizendo que isso é um ponto decisivo para fazer a relação dar realmente certo. Para que isso fosse comprovado, pesquisadores da Universidade de Oxford, no Reino Unido, conversaram com 295 estudantes universitários (195 mulheres e 100 homens). O objetivo era comprovar a ligação entre a satisfação e afeição física existente no relacionamento, assim como a preferência das pessoas em relação ao afeto recebido.

Como descobrir se você é realmente amada pelo seu par?

Segundo a pesquisa, o segredo está guardado na afeição física, incluindo as demonstrações de amor que o casal expressa, como beijos, abraços e outros carinhos. Tudo isso é visto como algo extremamente importante para fazer o relacionamento ter futuro.

Publicidade

O carinho dedicado ao parceiro tem o poder de agregar a satisfação existente entre ambos, podendo desempenhar um papel importantíssimo nos benefícios sexuais e emocionais na vida do casal.

No mesmo estudo foram incluídos vários tipos de carinhos, como carícias nas mãos, pés, braços, costas, massagens, beijos nos lábios e rosto. Tirando os carinhos feitos nas mãos, todos os outros foram associados com a satisfação encontrada em relacionamentos felizes.

Os estudantes que participaram do estudo também contaram que se sentiam mais amados quando recebiam demonstrações de afeições. Eles acreditam que os carinhos dedicados pelo parceiro demostra claramente o amor contido no relacionamento.

Os pesquisadores ressaltam que cada pessoa tem um jeito de demostrar afeto, por isso é necessário um estudo mais profundo para chegar a uma conclusão mais precisa. Além disso, é possível que algumas diferenças culturais influenciem nos resultados obtidos. Eles explicam que em muitas culturas o beijo na bochecha é visto como uma saudação e não como um #Comportamento que demostra amor.