#fobias são medos, um tipo de doença que muitas pessoas podem desenvolver ao longo da vida. Exemplos comuns e constantemente identificados são: nictofobia (medo do escuro), claustrofobia (medo de lugares fechados) e a acrofobia (medo de altura). Embora muitos não admitam, um dos maiores medos do ser humano e que causa maior impacto na sociedade e na vida das pessoas com que se convive se chama #Filofobia, que é nome dado a pessoas que sentem #Medo de se apaixonar.

Saiba como identificar a filofobia

Pessoas que sentem medo de se envolver sentimentalmente tendem a procurar sexo sem compromisso, optando por encontros casuais em que os sentimentos não são levados em questão.

Publicidade
Publicidade

Outra característica comum de quem sofre de filofobia são ataques de pânico, distúrbios e dores gastrointestinais, coração batendo de forma acelerada, sudorese excessiva e falta de ar sempre que a pessoa pela qual há um certo interesse está por perto ou é mencionada. Na maioria das vezes, quando se percebe uma chance de aproximação maior com a pessoa em questão, quem sofre de filofobia tende a se afastar e abortar a ideia de continuar mantendo contato, desfazendo imediatamente qualquer tipo de relação ou laço criado.

Aprenda a lidar com a filofobia em 4 passos

1 - Enfrente seu medo de se apaixonar: crie novas metas, desafie-se em novas aventuras, pratique esportes radicais, sinta medos novos que te façam ver que se apaixonar e se entregar a outra pessoa é uma questão simples e saudável e que existem outros tipos de medos e riscos bem maiores na vida.

Publicidade

2 - Viva o momento: valorize e viva o presente. Deixe de lado a mania de querer controlar tudo a sua volta, inclusive seus sentimentos. Liberte-se da ansiedade e do domínio.

3 - Expresse seus medos: sentir medo não é errado. Reconheça-os e os aceite buscando sempre solução para eles. Tente experimentar situações novas em que os medos serão provados.

4 - Peça ajuda: no caso da filofobia, quem você tanto teme é quem pode te ajudar. Converse com seu parceiro e exponha seus medos. Mostre a ele que você deseja mudar e que precisa de ajuda para superar esse medo.