Pesquisadores chineses comemoram a inédita filmagem de um raro animal, que eles acreditam ser a mistura entre cavalo e cervo.

Captado na natureza selvagem da região rural da província de Xinjiang, em 24 de dezembro, perto de um lago, próximo à fronteira com o Cazaquistão, a história só foi divulgada ao Ocidente na segunda-feira (9), pelo periódico europeu Daily Mirror.

Agora, pela primeira vez, investigadores conseguem visualizar a misteriosa criatura interagindo no ambiente natural. Ela foi batizada pelos chineses de Ebi Lake Red Deer, ou simplesmente “veado cavalo”.

A existência do animal, estudada por profissionais da criptozoologia, os mesmos responsáveis por investigar a realidade do Pé Grande, Monstro do Lago Ness, entre outros seres míticos, se resume apenas a 110 bichos dessa espécie, ainda pouco conhecida no ambiente acadêmico.

Publicidade
Publicidade

Pesquisadores da Reserva Natural do Lago Ebi, em Xinjiang, flagraram o folclórico Ebi Lake Red Deer, após instalarem câmeras de monitoramento.

A equipe, conhecida por sair a campo à procura de bichos esquisitos, diz estar empenhada em absorver informações sobre espécies ainda não catalogadas.

De acordo com o Mirror, a primeira vez que estudiosos viram o “veado cavalo”, foi em 2004. À época, depois de capturarem o animal, fizeram exames de DNA.

Como resultado, descobriram que o bicho é uma nova espécie de cervo. Porém, vale ressaltar que não houve filmagem em 2004.

Além de gravar, o pessoal da Reserva Natural do Lago Ebi, também procura coletar amostras de fezes e pelos, no intuito de identificar criaturas desconhecidas, por meio do DNA.

Até o momento, não há informações detalhadas sobre o Ebi Lake Red Deer, do tipo, se eles vivem em bando ou sozinhos, quanto tempo a espécie demora para nascer etc.

Publicidade

Disponibilizado pelos investigadores, o vídeo mostra os momentos de preparação dos envolvidos no insólito registro.

No filme, eles seguem em direção às câmeras, após identificarem pegadas do animal, que é flagrado comendo próximo ao Lago Ebi.

A criatura, embora rara e escassa, não impressiona pela aparência. Certamente, ela passaria despercebida em um zoológico.

#Mídia #Curiosidades #China