As redes sociais costumam ser palco de muitas brigas e intrigas. Na maioria das vezes, a razão é bem simples, como um comentário ou curtida em uma foto. Fato é que cada vez mais as pessoas traem e são traídas, graças as conversas instantâneas das #Redes Sociais.

Em um mundo onde a tecnologia está cada vez mais presente e obriga o ser humano a utilizá-la, nos tornamos cada vez mais dependentes. Isso por um lado é muito bom, pois afazeres de nosso dia a dia que geralmente levavam muito tempo para serem feitos, agora são rapidamente resolvidos graças à tecnologia.

Porém, tudo que é demais pode se tornar prejudicial. Nesse caso, vários casais acabam se separando por coisas bobas que tendem a acontecer a todo momento.

Publicidade
Publicidade

Uma simples curtida na foto de uma mulher, por exemplo, pode significar uma possível briga para um casal.

Antes resolvíamos tudo pessoalmente, terminávamos o #namoro ou até mesmo conhecíamos alguém. Agora até mesmo assuntos sérios como o fim de um relacionamento de anos são resolvidos em poucos minutos através do chat de um computador ou celular.

A confiança com certeza é uma das coisas mais importantes em um relacionamento. Quando o homem abusa disso, acaba sofrendo algumas consequências. Geralmente, o #Facebook é repleto de páginas de personalidades famosas, que tem o costume de postar fotos de seu dia a dia.

Uma história curiosa ocorreu há alguns anos. Um namorado, como qualquer outro homem, se esqueceu que tinha uma namorada ciumenta e comentou a foto da modelo fitness Eva Andressa, conhecida por seu corpo perfeito e dieta impecável.

Publicidade

O resultado foi o esperado, a namorada encontrou o comentário na foto da modelo e não deixou por menos.

Apesar de parecer ser um ciúme doentio, isso apenas mostra um dos vários casos que acontecem todos os dias nas redes sociais, responsáveis por separações e divórcios ao redor do mundo.

Lembre-se: ter confiança na pessoa que ama é muito importante, mas em se tratando da rede mundial de computadores, todo o cuidado é pouco. Já dizia o velho e famoso ditado popular que é "melhor prevenir do que remediar".