A diversas plataformas de venda online permitem que qualquer tipo de coisa seja colocada à venda na Internet. Algumas garotas aproveitaram essa facilidade para vender algo muito inusitado: a sua primeira relação sexual. Conheça a história de garotas que venderam a virgindade na Internet.

Catarina Migliorini

Em 2012, a jovem estudante de Santa Catarina ficou internacionalmente famosa depois de leiloar a virgindade. Um bilionário japonese se dispôs a pagar cerca de 1,5 milhão de reais por uma noite com a moça. Porém, a história não terminou como Catarina gostaria: o comprador desistiu do negócio.

Segundo Justin Sisely, diretor do documentário Virgins Wanted, que contava com a participação de Catarina, a jovem foi rude com o comprador.

Publicidade
Publicidade

Segundo ele, um jantar foi organizado para que os dois se conhecessem e a jovem só falava no dinheiro o tempo todo, e ainda exigia que o pagamento fosse feito em dinheiro vivo, ao invés de cheque. Incomodado com a postura da moça, o bilionário japonês optou por cancelar a negociação.

Natalie Dylan

Em 2008, uma estudante californiana de 22 anos resolveu leiloar a virgindade na Internet. Segundo a própria, o dinheiro seria destinado para o pagamento de seus estudos. O anúncio da garota atraiu muitas propostas, inclusive uma de 3,7 milhões de dólares, que acabou vencendo o leilão.

Alina Percea

No ano de 2009, uma estudante romena de 19 anos resolveu usar a web para leiloar a virgindade. A jovem alegava que iria usar o dinheiro para pagar sua graduação em informática. Um empresário italiano de 45 anos venceu a disputa, desembolsando o valor de 10 mil euros.

Publicidade

Além de comprar a virgindade da garota, o italiano pagou exames para assegurar que Alina era de fato virgem, além de passagens aéreas para que ela fosse encontrá-lo em Veneza.

Graciela Yataco

Em 2005, a jovem peruana Graciela Yataco, na época com 18 anos, decidiu colocar a virgindade à venda na Internet. A jovem alegava precisar de dinheiro para pagar a assistência médica da mãe e sustentar o irmão mais novo. O anúncio ficou na rede por um mês e recebeu diversas ofertas, sendo a maior feita por um canadense, que ofereceu 1,5 milhão de dólares pela moça.

Porém, a jovem se arrependeu e desistiu desistiu, abrindo mão dos quase dois milhões oferecidos pelo canadense. Mas a exposição do caso fez com que a garota conseguisse um contrato com uma agência de modelos, onde passou a receber o equivalente a 165 mil reais por mês. #sexo #Polêmica #Curiosidades