Quando se fala de intimidade, a primeira ideia que vem à mente é a de sexo. Não é de espantar, é um momento de inegável proximidade física, nem sempre emocional, porém. Há algumas #coisas que um homem pode fazer por uma mulher que são mais íntimas do que #sexo. Entre elas, podem ser citadas as seguintes:

1 - Cuidar dela quando está doente ou deixar que ela cuide dele quando adoentado

Não só é uma demonstração de empatia e carinho (como diz o famoso voto, "na saúde e na doença"), mas também ver - e aceitar - a pessoa amada em um mau momento, ou ser visto - e aceito - em um mau momento por esta pessoa é uma experiência poderosa e, pode-se dizer, única.

Publicidade
Publicidade

2 - Conhecer a família

Como escreveu o poeta inglês John Donne: "Nenhum homem é uma ilha, sozinha; todo homem faz parte do continente, parte de outra terra; se um pedaço for levado pelo mar, a Europa diminui, como se fosse um monte, ou a casa de um de teus amigos ou até mesmo a tua".

E se cada ser humano é parte do continente, muito pode ser aprendido observando a geografia da região que o cerca e as relações diplomáticas que mantém com as nações vizinhas. Simplificando, conhecer a família de alguém, ajuda-nos a entendê-lo melhor, compreender, por exemplo, em que condições se formou seu modo de ver o mundo.

3 - Dormir com ela sem fazer sexo

Abraçá-la sem segundas intenções, dormir ao lado dela só pela proximidade (talvez ela ainda não se sinta pronta para uma relação sexual, por exemplo), ficar de conchinha (sem haver ou ter havido "nada demais") são, todas, experiências que garantem muito mais proximidade do que a maior parte dos sexo que se pratica.

Publicidade

4 - Dizer-lhe que ela é linda - sem segundas intenções

Existe uma diferença enorme entre dizer a uma mulher que ela é linda porque se deseja dormir com ela - e os elogios podem lubrificar as engrenagens do mecanismo que leva à cama - e dizer que ela é linda porque realmente se ama ela, e isso faz dela a coisa mais linda que existe.

5 - Escrever-lhe uma carta de amor

Ninguém precisa ser um Shakespeare para expressar seus sentimentos e uma carta de amor é, ao mesmo tempo, uma expressão material de carinho e algo vindo direto da alma. Para torná-la algo ainda mais pessoal, melhor recorrer aos meios antigos - nada de email, WhatsApp ou impressora. Carta feita de papel e tinta, escrita à mão e entregue pessoalmente ou pelo correio. Não é necessário arrancar a pena de um ganso, porém. Esferográfica serve.