O psicólogo Barry Komisaruk, professor da prestigiosa Universidade Rutgers, nos Estados Unidos, estuda os mecanismos do prazer nos seres humanos. O site da universidade observa, por exemplo, que a pesquisa dele é estranhamente uma das poucas feitas do ponto de neurológico sobre o gozo sexual, apesar de este fenômeno atrair tanta atenção pública.

Como resultado de suas pesquisas, ele acabou se tornando ciente de algumas manias quase - ou completamente - inconfessáveis que as pessoas têm e que lhes causam - por estranho que pareça a um hipotético observador externo - prazer. Parece que é verdade o que dizem: de perto, ninguém é normal.

Publicidade
Publicidade

Entre as manias razoavelmente comuns, bem secretas e razoavelmente asquerosas que ele descobriu entre as mulheres pesquisadas, separamos as seguintes:

1 - Retirar o excesso de cutícula das unhas, o que pode não ser bonito de se ver, mas, na verdade, é higiênico e é outro ponto a favor na apresentação pessoal da #Mulher.

2 - Conferir a cera da depilação para ver se os pelos estão nela mesmo e, portanto, foram arrancados com sucesso.

3 – Espremer as espinhas, o que não é uma mania unicamente feminina, rigorosamente falando, mas elas fazem. De modo geral, gostam de fazer e, às vezes, espremendo até as do namoro, noivo, marido etc.

4 – Unha encravada já é uma coisa um tanto nojenta e desencravá-las não é um dos processos mais agradáveis de ver. Mas unhas encravadas não são apenas desconfortáveis, também podem causar inflamações na pele.

Publicidade

Então, é um hábito que deve ser tolerado em benefício da saúde.

5 – Ninguém gosta de unhas sujas, certo? Pode até ser meio nojento ver alguém tirando a sujeira de debaixo das unhas - e mulheres fazem isso um bocado, de acordo com o doutor Komisaruk, mas é melhor do que a opção unhas sujas.

6 – Há mulheres que se sentem melhor sem calcinha e sutiã, apesar das utilidades delas. Em uma cultura há muito acostumada com essas peças de roupa, pode parecer estranho - e meio nojento - os seios livres e as partes baixas em contato direto com a calça. Enfim, gosto não se discute. #coisas