Desde a primeira menstruação, as mulheres costumam ir ao ginecologista pelo menos uma vez por ano. Essa prática ajuda a combater problemas de saúde.

Algumas dúvidas da maioria das mulheres, acabam sendo corriqueiras nos consultórios médicos, e podem ser facilmente selecionadas quando a mulher presta atenção no que o profissional diz.

Pensando nisso reunimos 6 coisas que seu ginecologista não quer que você volte a fazer de forma alguma. Acompanhe:

1 - Se sentir constrangida e demorar muito tempo para marcar uma consulta não é indicado. Falta de tempo também não pode ser usada como uma desculpa.

2 - Não precisa esperar o início da vida sexual para marcar uma consulta com o profissional.

Publicidade
Publicidade

É de extrema importância que a mulher comece a se preocupar com sua saúde logo cedo. Os profissionais são ótimos para tirar todas as dúvidas que costumam surgir.

3 - Certamente a maioria das mulheres se sentem constrangidas em falar sobre assuntos relacionados a sua região íntima, mas o que não pode, é ter vergonha de detalhar supostos problemas ao profissional. É importante ter em mente que um ginecologista está acostumado a lidar com questões similares e não irá fazer nenhum tipo de julgamento.

4 - Os médicos ginecologistas reprovam o uso de produtos aromatizados para a higienização da região íntima. Cosméticos que não são específicos para a região podem prejudicar a flora vaginal, aumentando os riscos de fungos e bactérias. Os médicos sempre indicam que água e sabão neutro são suficientes para uma higiene eficaz.

Publicidade

5 - Os médicos não se importam com o tipo de depilação, aliás, eles recomendam que a mulher não se depile totalmente, pois a remoção total dos pelos pode deixar a região íntima vulnerável para os fungos e bactérias. Então caso você vá até uma consulta e tenha esquecido de se depilar, não se preocupe.

6 - Quando a mulher sente-se incomodada com algum problema que possa ter aparecido na região íntima e vai logo buscando informações na internet, saiba que os médicos reprovam essa atitude.

E você? Sabe de mais alguma coisa que os ginecologistas não recomendam?

Diga qual é nos comentários! #Comportamento #Relacionamento