Na #Internet, algumas mensagens costumam acabar viralizando, sem muita explicação. Algumas delas são relativas à #Curiosidades do WhatsApp. O aplicativo de mensagem faz muito sucesso no Brasil e, quando chegou a ser interrompido por determinações judiciais, até negócios viram seus números caírem. No entanto, como tudo na vida, a tecnologia tem o seu lado ruim. No WhatsApp não dá para ter certeza, por exemplo, se a pessoa que está conversando com você do outro lado é mesmo quem se imagina. Prova disso é uma conversa que acabou ficando popularizada através das redes sociais. Uma estudante, que acreditava falar com o seu professor "bonitão", na verdade, estava batendo papo com quem nem imaginava.

Publicidade
Publicidade

A estudante, que não teve nome e rosto identificado, começa a conversa dizendo que o professor é um homem muito bonito. O elogio aparece em má hora, mas a garota, sem saber com quem estava de fato batendo papo, volta a repetir que o docente é "lindo". É nesse momento que uma mensagem responde a internauta. A pessoa que está do outro lado seria a companheira do professor elogiado pela aluna. Ela então informa para a jovem "atiradinha" que o professor esqueceu o aparelho celular com ela. É nesse momento que, a fim de ter certeza, a mulher questiona se a jovem está dando mesmo em cima de seu marido.

A mulher então chama a estudante de "vagabunda" e diz que ela seria uma dessas meninas que gosta de destruir casamentos, ao se relacionarem com homens casados. É aí que a resposta mais surpreendente aparece.

Publicidade

A estudante nega que queira ter um relacionamento com o professor, mas confessa que estava precisando mesmo de ponto. Ela termina o papo, que dura cerca de dois minutos, fazendo uma piada sobre cupim e deixando claro que ela não quer o marido da mulher que conversava no WhatsApp.

Veja abaixo a publicação que está causando grande polêmica nas redes sociais. Na sua opinião, a aluna foi rápida demais ao mandar mensagem para o professor tão querido? Não esqueça de deixar sua mensagem. Ela é sempre muito importante e ajuda no diálogo dos temas abordados.