Todo casal tem as suas discussões e seus atritos. O escritor Carlos Drummond de Andrade, em um de seus poemas, disse: “Ninguém é igual a ninguém. Todo ser humano é um estranho ímpar”. E é exatamente em meio a essas diferenças individuais que os casais buscam maneiras para que o seu #Relacionamento seja cada vez mais harmonioso, evitando as brigas.

Às vezes, quando algo não está bem, uma troca de olhares é suficiente para dizer que é bom não tocar no assunto naquele momento, e deixar para conversar melhor depois”, ponderou. Para a psicólogos de casais e família, o segredo do relacionamento é buscar o diálogo e o respeito.

Publicidade
Publicidade

“Casais que ficam juntos são parceiros, têm sonhos em comum. Por isso é preciso ouvir mais o parceiro, evitar as críticas e elogiar mais”. Os casais podem ter um relacionamento sem brigas, desde que haja respeito entre as duas partes.

Para o profissional, é preciso que as partes de um relacionamento tenham identidade própria, mas que também saibam que um completa o outro. “É preciso ter empatia, ou seja, se colocar no lugar do outro. Quando fazemos isso, nos tornamos pessoas solidárias e temos um relacionamento melhor”. A falta de diálogo e tolerância são fatores que podem causar brigas na relação. “Os casais perdem o respeito entre si porque não valorizam um ao outro. Não dão o acesso que o outro necessita. Quando um respeita o outro, essa briga tende a não acontecer ”.

É necessário que haja a reflexão.

Publicidade

Se eu machuquei, preciso refletir, pedir desculpas e rever os meus atos. O reparo é algo maravilhoso, que permite o contato amistoso entre as partes. Em algum momento do relacionamento a divergência de opiniões irá acontecer.

Porém, os psicólogos alertam que diante desses casos o casal precisa manter o respeito. Não conheço nenhum casal que não tenha problemas. Entretanto, o casal precisa saber como discutir as diferenças com harmonia, pois ali você coloca o seu ponto de vista, mas também ouve e reflete sobre a opinião do outro. Ela é saudável para a relação, o casal também precisa avaliar o momento certo de pedir ajuda, caso necessário. #sexualidade #sexo