A falta de desejo sexual é um problema que assombra milhões de pessoas ao redor do mundo. Muitos são os tratamentos e fórmulas milagrosas que prometem solucionar a falta de libido que tanto vem desestimulando pessoas e deteriorando os relacionamentos amorosos. Tratamentos médicos e ervas medicinais prometem reverter o caso, porém, em algumas atitudes simples que cometemos diariamente pode estar a chave para a perda do apetite sexual. Confira alguns fatores que podem ser responsáveis pela diminuição da sua libido.

Álcool

A frequente e intensa ingestão de álcool pode atrapalhar a concentração e levar a uma série de problemas que, como reflexo, alteram os hormônios responsáveis pela excitação e desejo sexual, fazendo com que o corpo não responda aos estímulos necessários para que se consuma a atividade sexual.

Publicidade
Publicidade

Cafeína

Assim como o álcool, a cafeína em excesso é prejudicial para uma vida sexual ativa. O excesso de cafeína no organismo colabora para o aumento da frequência cardíaca, excitando o sistema nervoso a aumentar seu ritmo de forma descontrolável. O aumento da frequência cardíaca é prejudicial a todos e tende a diminuir a libido pelo fato de fazer com que o organismo trabalhe muito em prol da aceleração cardíaca.

Excesso e escassez de exercícios físicos

A atividade física pode ser tão benéfica quanto prejudicial ao nosso organismo. Em excesso, ela tende a comprometer todas as demais áreas do corpo, levando ao limite e causando doenças físicas e mentais que em nada colaboram para uma vida sexual saudável. Quando a atividade física é escassa, o corpo tende a sofrer com o sedentarismo, deixando de corresponder aos estímulos enviados pela mente, podendo ser muito prejudicial e tornando até mesmo o indivíduo incapaz de realizar atividades sexuais.

Publicidade

Pornografia

A prática da pornografia e da masturbação constante e excessiva são totalmente prejudiciais à saúde sexual, pois libera dopamina (hormônio que desempenha o prazer) em excesso, fazendo com que se crie um certo hábito e padrão de prazer, podendo deixar de corresponder a estímulos, caso algum desses artifícios não sejam empregados. #sexo #diminuição da libido #vida sexualmente ativa