O primeiro ginecologista da história foi o médico James Marion, que viveu no século 19. Porém, além de médico, ele também ficou conhecido por seus métodos polêmicos que envolviam escravas da época e dispensavam totalmente a anestesia.

Nessa época, eram utilizadas ferramentas bizarras capazes de fazer qualquer mulher desistir de se cuidar. Com o passar dos anos, a #Medicina foi mudando e os direitos das #mulheres em receber um tratamento digno foi finalmente alcançado.

Alguns pacientes têm hábitos bem específicos e coisas que irritam um ginecologista, separamos alguns deles.

1 – Se desculparem por não estarem depiladas

Segundo o ginecologista Maureen Mulvihill, do sul da Califórnia, a maioria das mulheres pede desculpas por não estarem depiladas na hora da consulta.

Publicidade
Publicidade

Ele diz que isso não o incomoda, mas que a maioria das mulheres se sentem incomodadas com isso.

2 – Fazerem pesquisas pela internet

Um grande problema da sociedade atual é sair procurando por informações que elas não podem realmente entender ou explicar. O que mais incomoda um ginecologista são pessoas que acham que sabem de tudo quando, na verdade, estão apenas inventando certos tipos de doença sem ao menos esperar pelo diagnóstico.

3 – Quando não fazem os exames de prevenção como deveriam

Existem alguns exames que devem ser feitos de 3 em 3 anos, mas muitas mulheres acabam não dando importância a isso. Várias doenças poderiam ser evitadas e tratadas se fossem descobertas no início.

4 – Quando acreditam que os hormônios são os únicos culpados por tudo

Cindy Basinski, médica ginecologista do estado de da Indiana, nos Estados Unidos, acredita que os hormônios influenciam de certa forma na libido de uma mulher, mas, muitas vezes, elas se esquecem de levar em conta os fatores emocionais que são os grandes culpados por esse tipo de situação.

Publicidade

As mulheres sofrem muito quando o assunto é “fator emocional”. Na verdade, a própria TPM faz com que isso se torne um verdadeiro “pesadelo” na vida de uma mulher. Existem momentos onde elas se tornam mais emotivas, e outros mais “zangadas”. Tudo depende de uma diversidade de fatores que podem contribuir ou não para essa situação. #Curiosidades