O nigeriano Mohammed Abubakar tinha 93 anos, 203 filhos e morreu neste último sábado (28). Ele era um pregador muçulmano muito famoso na #Nigéria, país onde é normal a prática da poligamia. O homem polêmico deixou para trás #130 viúvas, inclusive algumas ainda grávidas e, mais 203 crianças, de acordo com as informações do jornal ‘Daily Trust’.

Abubakar morreu depois de ter tido uma doença repentina, como foi noticiado pelos jornais locais, porém, o tipo de doença que o curandeiro teve, não chegou a ser revelada.

‘Baba’, como ele era muito conhecido na região e na comunidade, disse antes de sua morte que o seu tempo havia chegado.

Publicidade
Publicidade

Segundo o que contou o seu assistente pessoal ao jornal da Nigéria, o #Homem disse para ele pessoalmente que havia completado sua missão divina e estava pronto para encontrar o criador.

Baba se tornou muito famoso no ano de 2008, quando ainda tinha apenas 86 mulheres e 170 filhos. Segundo sua interpretação do que leu no alcorão, o ideal para um homem, era ‘ter tantas mulheres como ele poderia acomodar’, citação esta que recebeu muitas críticas de sua própria comunidade. "Eu não vou atrás deles, eles são os que estão atrás de mim", disse ele em entrevista à BBC em 2008, afirmando assim que não se importa com tais críticas.

O curandeiro morreu com 93 anos e deixou algumas mulheres ainda grávidas

Por muitas vezes, Baba foi acusado de tirar vantagem de sua posição para manipular as mulheres e inclusive, até mesmo alguns funcionários islâmicos chegaram a dizer que esta grande família era na verdade um culto.

Para se defender, Abubakar disse em entrevista que não procurava as mulheres, mas pelo contrário, elas que iam atrás dele para pedir ajuda, para curar doenças, o que ele fez com muita boa vontade.

Publicidade

"Tenho em conta o fato de que Deus me pede para fazer isso e caso-me com elas", disse ele.

"Um homem com 10 mulheres entraria em colapso e morreria, mas o meu poder foi dado por Deus. É por isso que eu posso controlar o 86", disse Abubakar em 2008, quando ainda tinha menos de 100 mulheres.