Podemos dizer que todos os filmes escondem algum segredo. Não só os filmes, mas seus criadores e produtores procuram guardar alguns segredos a sete chaves.

Apesar de talvez você ainda não ter observado, algo intrigante nos filmes da #Disney chamou atenção: por que a maioria de seus personagens não tem mãe?

Não se recorda? Então, vamos, primeiramente, relembrar alguns personagens que não têm mãe, ou que perderam suas mãe nos filmes:

  • Cinderela
  • Branca de Neve
  • Bambi
  • Peter Pan
  • Mogli - O menino lobo
  • A Pequena Sereia
  • A Bela e a Fera
  • Aladdin
  • Pocahontas
  • O Cão e a Raposa
  • A Nova Onda do Imperador
  • O Corcunda de Notre Dame

Conseguiu agora recordar?

Se você pensa que isso é apenas uma coincidência, para o site de notícias Business Insider não, e ele foi atrás de desvendar esse mistério.

Publicidade
Publicidade

A resposta se dá por causa de dois fatores. A primeira, que foi respondida em uma entrevista à revista americana Glamour, por Don Hahn, que é o produtor do filme Malévola (2014), que explicou porque isso acontece rotineiramente nos filmes da Disney.

Mas, para que você entenda claramente, primeiro é preciso conhecer um pouco a cultura dos Estados Unidos com relação à família. Lá é muito diferente daqui no Brasil, por exemplo. Os filhos lá saem de casa assim que completam a maioridade e vão para faculdade. Provavelmente você já assistiu a vários filmes em que essa realidade é contada.

Na verdade, ficar morando com os pais, para eles, é algo vergonhoso quando já estão nessa fase da vida. Segundo a cultura norte-americana, eles têm que sair de casa para crescer como pessoa. O que é muito diferente daqui no Brasil.

Publicidade

Conhecendo a cultura, vamos então entender os motivo que os personagens da Disney não têm mãe:

Primeira razão: Segundo Hahn, isso acontece porque a maioria dos filmes tem cerca de 80 a 90 minutos de duração. Seus principais objetivos, na maioria das vezes, é falar sobre o crescimento/desenvolvimento, ou seja, sobre aceitar responsabilidades ainda jovens. Por isso, em Malévola, os principais personagens não têm mãe e são “obrigados” a crescerem sozinhos e enfrentar os obstáculos. Outro exemplo disso é no filme do Bambi, onde a mãe morre e ele tem que crescer e enfrentar todos os problemas sozinhos.

Segunda razão: Esse talvez seja o motivo mais triste. Segundo uma biografia do empresário Walt Disney, o criador de muito personagens e da Disneylândia, chamada How to be like Walt: Capturing the Disney Magic Every Day of Your Life, Walt e seu irmão, em 1937, compraram uma pequena casa para seus pais em Los Angeles.

Um certo dia, a mãe ligou para ele para pedir que ele arrumasse o aquecedor de gás da casa, que não estava funcionando muito bem.

Publicidade

Walt pediu para que seus funcionários fossem até a casa de sua mãe para arrumar.

Mas, o serviço não foi feito corretamente e continuou vazando gás. A empregada, que chegava para trabalhar, encontrou os pais de Walt Disney caídos no chão e puxou-os para fora da casa. Mas, a mãe de do empresário não resistiu e acabou morrendo. Seu pai ficou muito doente, mas conseguiu sobreviver.

Para Walt, aquilo foi muito doloroso, explica Hahn, e ele nem sequer comentava isso. Ele quis presentear seus pais com uma casa nova, fruto de seu sucesso, que, na verdade, é o sonho de toda criança, dar aos pais tranquilidade á tudo que fizeram.

Mas, o sonho de Walt tornou-se para ele um pesadelo, que acabou influenciando o empresário para o resto da sua vida. Segundo Hahn, esse não é um segredo, mas a família Walt prefere não falar sobre isso, pois é algo que os machuca muito. #Desenhos #Curiosidades