Uma antiga lenda japonesa diz que Jesus Cristo não morreu crucificado aos 33 anos, em Israel. A história, que recentemente está sendo apoiada em antigos manuscritos, diz que o filho de Deus não foi morto na cruz e ainda viveu no Japão até falecer com 106 anos, junto de sua família.

Os manuscritos, chamados de "Documentos de Takenouchi", encontrados e, acredita-se, que destruídos no período da Segunda Guerra Mundial, entre 1930 e 1945, garantem que #jesus Cristo visitou o Japão pela primeira vez aos 21 anos. Na época, Cristo teria viajado para o país asiático em busca de estudar teologia. A lenda ainda garante que Jesus retornou a Israel quando completou 33 anos.

Publicidade
Publicidade

As pregações que Cristo costumava fazer e que supostamente o teriam culpado para ser crucificado, teriam sido fundamentadas em estudos que Jesus teve no Japão. Mas, como Jesus não morreu crucificado, se foi condenado? A história explica que quem foi morto, foi o seu irmão mais novo, Isukiri.

Com a morte do irmão, o filho de Maria teria voltado ao Japão, onde casou com a filha de um fazendeiro e teve três filhos. A lenda garante que Jesus viveu como um agricultor, cultivando arroz, e teria falecido aos 106 anos de idade.

A história teria se passado na aldeia de Shingo, que conta com uma grande cruz no topo de uma colina. A cruz, ainda conforme a lenda japonesa, indica o túmulo de Jesus Cristo, com os restos mortais do salvador. Os moradores locais também afirmam que próximo ao túmulo de Cristo estão túmulos com restos mortais de Isukiri e pedaços de cabelo de Maria.

Publicidade

Para comprovar essa lenda, estão guardadas réplicas do documento na aldeia de Shingo, já que os originais foram destruídos. Os manuscritos teriam sido assinados pelo próprio Jesus e chamados de "Vontade de Jesus".

Muitos não acreditam nessa história, apontando que o prefeito da cidade de Shingo criou a lenda na época da Segunda Guerra Mundial para alavancar o turismo na cidade. Se é verdade ou não, o fato é que essa lenda local leva cerca de 10 mil pessoas por ano para visitar o suposto túmulo de Jesus Cristo. #Curiosidades #Religião