Há muito tempo atrás, falar de masturbação era algo imoral e prejudicial.

Mas, com o tempo, descobriu-se que, segundo especialistas, a experiência, além de prazerosa, pode trazer vários benefícios para a #Saúde.

Segundo a entrevista concedida a BBC, pelo especialista em medicina sexual, Mariano Rosselló Gayá, a masturbação tem cinco benefícios cientificamente comprovados. Confira quais são:

1) Ajuda a aliviar dores menstruais: segundo o médico, as substâncias químicas que são produzidas na corrente circulatória, durante a masturbação, são analgésicas e ajudam a aliviar as dores pré-menstruais.

2) Ajuda a fortalecer o sistema imunológico: uma publicação feita no Sexual and Relationship Therapy, afirma que o sistema imunológico, após a masturbação, principalmente nós homens, funciona muito melhor.

Publicidade
Publicidade

As pessoas que, frequentemente, tem um número de orgasmos maior que outras, possuem o nível de imunidade maior. Ou seja, elas conseguem ter anticorpos que as protegem de doenças muito mais elevadas que as outras pessoas.

3) Ajuda a melhorar o sono: principalmente para os homens. Devido à liberação da endorfina e outras substâncias que são um relaxante químico, o sono é mais induzido e, por isso, a pessoa tende a ter uma noite mais tranquila.

4) Ajuda a ter a sensação de bem-estar: as substâncias que são liberadas após a masturbação ajudam a combater e aliviar o estresse.

5) Ajuda a melhorar a relação do casal: segundo pesquisadores, o ato de se masturbar não afeta a vida íntima do casal, ao contrário, ajuda a melhorar a relação íntima. Isso porque, quando a pessoa conhece melhor seu corpo, ela consegue passar para o parceiro a forma correta de como ela sentirá mais prazer durante o ato, e isso ajuda a ter relações íntimas mais prazerosas.

Publicidade

O urologista Valter Javaroni explica que, através do ato, é possível tanto o homem como a mulher perceber áreas de maior excitação e que isso é uma prática natural, que se aprende sozinho e que é importante para o autoconhecimento do próprio corpo. #sexualidade #Curiosidades