Recentemente, pesquisadores de objetos voadores não identificados (ovnis/UFOs) foram surpreendidos com fotografias de uma estrutura semelhante às clássicas naves espaciais em forma de pires.

O hipotético ovni, captado pelos satélites do Google Earth sobre o Laboratório de Propulsão a Jato (JPL), da Agência Espacial Americana (NASA), exibido no Youtube, em 31 de janeiro, em quatro dias de exposição já soma mais de 106 mil visualizações.

No entanto, de forma inédita, a NASA, que diz não comentar alegações relacionadas a UFOs, se manifestou nesta quinta-feira (2), para encerrar as especulações sobre o caso.

Uma foto tirada ao lado do “ovni”, exibida no Twitter do cientista do JPL, Dr.

Publicidade
Publicidade

Nacer Chahat, certamente frustrou as expectativas dos entusiastas da conspiração.

Nela, o cientista aparece ao lado da estrutura, e ironiza as afirmações dos ufólogos do microblog @ufoofinterest, que afirmavam o fato da NASA esconder aeronaves ultrassecretas em suas instalações.

"Aqui está o que você acha que é um OVNI. O único alien sou eu”, escreve Dr. Chahat (imagem original abaixo).

Na foto, é possível observar uma armação redonda. Apesar do funcionário do JPL não explicar a finalidade do objeto, é possível que ele sirva como recipiente de armazenamento, segundo avalia o periódico britânico Daily Mail.

Em entrevista ao jornal, no início da semana, o ufólogo Nigel Watson questionou as declarações do instrumento ser uma nave alienígena.

Publicidade

“Eu duvido que este seja um disco extraterrestre capturado, mais provavelmente é [que seja] uma estrutura ou veículo com forma de disco voador", disse.

Também acentuou a improbabilidade da NASA expor uma aeronave secreta em ambiente público, não coberto.

“Em segundo lugar, por que eles deixariam isso de fora para ser visto pelo Google Earth?”, indagou Watson.

Apesar do proclamado UFO não passar de uma simples estrutura, alguns internautas permanecem fiéis a ideias conspiratórias.

“A NASA substituiu rapidamente a nave alienígena por uma antena parabólica. Voilá!”, opina Ralph W, no site do Daily Mail.

Outro internauta, DannyUK, suscitou a chance da agência ter substituído o objeto para confundir as testemunhas, como fizeram em 1947 no caso Roswell, onde balões meteorológicos foram apresentados como sendo a nave espacial.

“Sim, certo, como se tivéssemos comprado a ideia do balão meteorológico no acidente de Roswell?”, destacou.

#Curiosidades #Viral #Internet