Certamente, não é verdade literal o famoso título de livro que diz que homens são de Marte e mulheres, de Vênus, mas o comportamento típico de homens e o de mulheres com relação a certos assuntos são bem diferentes. Um destes assuntos é #traição.

O detetive particular Daniel Gomez atua no norte do estado americano do Texas. Devido a sua experiência profissional, participou do reality show Cheaters (Traidores), em que um trabalho de investigação é feito a pedido de uma pessoa desconfiada para averiguar se o parceiro a está traindo. Gomez explicou ao portal americano Huffington Post que homens e mulheres comportam-se de maneiras diferentes quando traem.

Publicidade
Publicidade

Evidentemente, não significa que todos que se comportam das maneiras que ele descreve estão enganando namorados(as), esposos(as), etc. mas, para quem está suspeitando, são indícios aos quais se deve prestar atenção.

Os homens, segundo o detetive, tendem a apresentar menos apetite sexual pela parceira quando estão interessados em outra mulher. Outra mudança no comportamento masculino é uma preocupação maior com a aparência - mais malhação, roupas novas, etc. Já as mulheres, segundo o especialista, na mesma situação, preocupam-se especificamente com seus corpos - o peso, por exemplo, daí grande ênfase na forma física.

Outra diferença, afirma o detetive, é que os homens tentam esconder seus rastros enquanto as mulheres buscam álibis, mais tempo com as amigas, por exemplo, especialmente "noitadas".

Publicidade

No mundo virtual, homens tendem a deletar e-mails comprometedores e colocar senha no celular. Mulheres tendem a criar uma conta de e-mail secreta através da qual possam administrar o affair clandestino.

Há ainda outros dois comportamentos masculinos que Gomez diz serem evidências de traição. Um é deixar o banco do carro ajustado para uma posição diferente da habitual (quem estava sentado/a lá?). O outro é realizar gastos não explicados. Como recomendou um dos personagens (justamente o delator que revelou a tramoia) no filme Todos os Homens do Presidente, uma dramatização da investigação jornalística do escândalo de Watergate, que acabou derrubando o presidente americano Richard Nixon: "Siga o dinheiro".