Um relacionamento amoroso precisa ter equilíbrio entre sentimentos e atitudes, só assim haverá chances de dar certo e a felicidade reinar entre o casal. Porém, algumas pessoas acabam deixando o respeito, amor e companheiro de lado, fazendo com que a relação chegue ao fim por vários motivos.

Isso também pode acontecer quando um dos envolvidos não leva o relacionamento completamente a sério, destruindo a relação através de mentiras e traições, tornando a separação algo benéfico para o casal. Um estudo recentemente publicado pela BBC divulgou alguns conselhos oferecidos pelo especialista em #Relacionamentos John Gottman, listando alguns comportamentos que podem salvar uma relação e quais são os maiores destruidores da mesma.

Publicidade
Publicidade

Acompanhe e veja quais são:

Defensiva

Uma atitude de defesa pode fazer com que a relação chegue ao final com muita rapidez, pois quando ficamos sempre na defensiva, demostrando desconfiança e tentando nos protegem de qualquer aproximação do par, estamos automaticamente revelando que o relacionamento não está valendo a pena ter continuação. Seja diante de uma discussão ou de um carinho inesperado, a reação mais comum é de se defender, se fechar e desconfiar do ato. Outros já passam a culpar o par por todos os problemas que estão acontecendo, não mostrando nenhum interesse de resolver as negatividades juntos.

Crítica

Essa é uma das práticas mais erradas em um relacionamento, já que criticar o jeito e a personalidade do par passa a ser um costume rotineiro e destrutivo. Dialogar amigavelmente sobre algo que está errado é bom, mas quando tudo se torna motivos para reclamações e queixas chegou a hora de você rever o seu #Comportamento, pois esse tipo de atitude pode começar a afetar a autoestima e essência do seu par.

Publicidade

Desprezo

Atitude que pode abalar e prejudicar o psicológico do cônjuge, já que muitas vezes vem acompanhado de sarcasmo, humilhações e insultos. O desprezo também pode ocorrer em frente aos amigos e familiares, tornando a atitude ainda pior e fazendo com que seu par tenha vontade de acabar com o relacionamento o mais rápido possível.

John Gottman também oferece 3 conselhos para remediar esses venenos citados acima:

Focar nas qualidades

Sempre que possível dê atenção às qualidades que seu par possui, seja companheira, demostrando respeito e agradecimento por tudo que ele te proporciona. Não se esqueça de elogiar as coisas boas que seu par tem, pois isso é fundamental para aumentar a autoestima do cônjuge e intensificar a paixão na relação.

Não se esqueça de suas responsabilidades

Essa atitude tem grande poder de demostrar o amor existente na relação. Seu parceiro comete erros, assim como você, por isso não o culpe por tudo de errado que acontece no relacionamento, passe a assumir responsabilidades e assuma os seus erros sem se sentir inferior.

Publicidade

Reclame sem culpar

Não culpe diretamente o seu par por tudo. Em vez de fazer isso, passe a oferecer soluções para que situações desgastantes cheguem ao fim. Você também pode passar a incluir a palavra “eu” na hora de se queixar de algo que seu parceiro falhou.

O estudioso oferece um exemplo: não inicie uma conversa dizendo que ele sempre dá atenção as suas próprias coisas, deixando você de lado, passe a avisar que você está se sentindo ignorada e gostaria de desabafar como foi o seu dia, sem brigas e reclamações.