O tempo pode passar, o mundo pode avançar, mas se existe uma coisa que nunca vai mudar é desejo de encontrar a “alma gêmea” e poder viver ao seu lado o resto da vida.

Mas a verdade é que, não é tão simples como parece e, está cada vez mais difícil um #Relacionamento ser duradouro. Hoje em dia as pessoas não tem mais paciência de tentar fazer dar certo e corrigir os erros, preferem jogar o relacionamento “fora” por causa de erros banais, do que tentar concertar.

É preciso saber viver a vida a dois e aceitar os defeitos um do outro, buscando sempre melhorar a relação com a pessoa amada.

Confira abaixo quatro atitudes que podem acabar de vez com um relacionamento que poderia ser duradouro.

Publicidade
Publicidade

1 - Não ter vida própria

Quando uma mulher deixa de viver sua própria vida e acaba se tornando dependente do companheiro, acaba perdendo as suas qualidades. A grande parte dos #homens preferem uma mulher que tenha vida própria, que tenha os seus próprios objetivos, que saia com as amigas e não fique dependendo dele para tudo.

2 - Não ter confiança

A falta de confiança faz qualquer relacionamento chegar ao fim. Caso o companheiro tenha feito algo de errado no passado e a mulher decidiu perdoar, é preciso que isso seja feito de coração para que não fique desconfiando dele o tempo inteiro. Algumas vezes não passa de paranoias e o resultado é afastar ele para sempre.

3 - Querer sempre estar no controle

A maioria dos homens não gostam de ficar dando satisfações sobre tudo o que fazem o tempo todo.

Publicidade

Sendo assim, eles não gostam de #mulheres que tiram a sua liberdade e privacidade, que querem sempre estar no controle de tudo. Homens preferem conversar apenas sobre as coisas principais que aconteceram durante o seu dia.

4 - Ter insegurança

É fundamental não deixar com que “fantasmas” do passado atrapalhe a relação. É preciso esquecer o que aconteceu no passado e se concentrar no presente para planejar um relacionamento futuro saudável. Jamais deve jogar a responsabilidade do sofrimento de relacionamentos passados em cima do companheiro atual.