Não há nada mais nostálgico do que relembrar momentos e acontecimentos vividos na nossa #Infância. Esse sentimento pode despertar a partir de alguns objetos que eram o sonho de consumo de qualquer criança na época, além de filmes, propagandas, séries e desenhos animados que, atualmente, não são mais exibidos.

Listamos abaixo alguns objetos, novelas e desenhos animados que só quem viveu a infância nos anos 2000 será tomado pela nostalgia.

Nokia 3310

Este celular surgiu no início dos anos 2000 e virou febre entre jovens e adultos. Ele não tinha câmera e não tinha acesso à internet, mas ficou popular pela fama de ser super resistente, ter uma bateria que durava semanas e além disso, tinha o jogo da cobrinha, que era muito divertido.

Publicidade
Publicidade

Dragon Ball Z

O tocar do sinal da escola às 11h ganhou um novo significado depois que a TV Globo inseriu na grade da TV Globinho o Dragon Ball Z. Além de anunciar que era hora de ir para casa, a sirene da escola marcava o início da maratona para chegar em casa correndo e ligar a TV para assistir a atração. Todas as crianças e adolescentes dos anos 2000 adoravam acompanhar as aventuras de Goku e seus amigos.

Lan House

A internet começou a se popularizar nos anos 2000 e nem todo mundo tinha computador em casa. Com o advento das redes sociais e jogos online, era comum ver pelo bairro, estabelecimentos com dezenas de computadores e jovens navegando na rede. Quem nunca gastou a mesada em horas na lan house jogando Counter Strike ou mexendo no Orkut?

MP3 Player

Esquece o Spotify, Deezer ou a Apple Music.

Publicidade

Nos anos 2000 o MP3 Player era o maior sonho de consumo de qualquer criança ou adolescente da época. Através dele era possível armazenar e escutar suas músicas prediletas quanto e onde quisesse, mas não pense que esse aparelhinho era barato. O valor de uma belezinha dessas era alto e poucas pessoas tinham condições financeiras para bancar um.

Vagabanda

Há quem diga que a melhor temporada da novela Malhação era a que tinha a Vagabanda, formada pela vilã Natasha (Márjorie Estiano), o mocinho Gustavo (Guilherme Berenguer) e o amigão Catraca (João Velho). Quem viveu nessa época, com certeza sabia cantar as músicas "Por mais que eu tente" e "Você Sempre Será", maiores hits da banda que nasceu no folhetim e tornou-se sucesso nacional.

#anos 90 #Curiosidade