Além de ser o maior país em extensão territorial do mundo, a Rússia também abriga mistérios que continuam a intrigar a população. Em 1908, por exemplo, na região siberiana de Tunguska, um corpo celeste devastou milhares de quilômetros quadrados ao atingir aquela área.

Contudo, o enigma permaneceu, pois a explosão não deixou marcas no solo, e apesar dos cientistas concluírem que ela aconteceu no ar, o evento continuou a confundir pessoas ao redor do globo – em especial a comunidade ufológica.

Agora, o repentino desaparecimento de 120 indivíduos, todos moradores de uma aldeia na província de Sverdlovsk, nos Urais, no início do século XX, assombra habitantes da região.

Publicidade
Publicidade

Até hoje, eles especulam sobre o acontecimento.

Conforme o grupo midiático RT, a próspera aldeia chamada Rastióss foi transformada em ruínas, após a comunidade “evaporar” sem deixar vestígios.

A população também abandonou pertences e objetos de valor, encontrados nas casas dos habitantes.

Todavia, lendas a respeito do que aconteceu àquelas pessoas, são as únicas memórias relacionadas à cultura dos Rastióss.

NEM OS MORTOS FORAM POUPADOS

Fundada no século XVI próximo à estrada Babinov, a comunidade foi construída numa localização estratégica. Estava situada na única região que conectava à Rússia à Europa e à Ásia.

Porém, com a descoberta de ouro e platina em abundância nas minas da região, no século XIX, residentes celebravam “os tempos dourados”.

E é justamente o fato de não haver motivo para o desaparecimento coletivo, que intriga pesquisadores e moradores até hoje.

Publicidade

Na época, homens que viviam numa aldeia próxima, depois de meses sem notícias dos Rastióss, foram os primeiros a constatar que a comunidade estava deserta.

No entanto, a cena se tornou ainda mais perturbadora quando eles observaram os túmulos do cemitério vazios. Nem os mortos foram poupados.

Atualmente, populares acreditam que espíritos demoníacos foram responsáveis pela extinção dos Rastióss.

Entretanto, em decorrência dos frequentes avistamentos de ovnis na área, a teoria de abdução alienígena também foi suscitada pelos residentes.

Inclusive, existe o vídeo de um suposto UFO acidentado na província de Sverdlovsk, onde viviam os desaparecidos. Nele, é possível observar o exército russo ao redor do objeto (veja abaixo um trecho da gravação hipoteticamente comercializada pela KGB na época da Guerra Fria).

POSSÍVEL EXPLICAÇÃO

Céticos apontam que devido a construção de uma penitenciária de segurança-mínima nas redondezas, presos fugiam e mexiam nos corpos do cemitério atrás de joias e outras relíquias.

Publicidade

Ainda argumentam que os marginais roubavam as casas.

Para eles, os habitantes abandonaram o local e foram viver longe dali. Entretanto, nenhum morador foi contatado depois do sumiço. Não houve evidências de que eles estavam residindo em outro lugar.

Até o momento, o que aconteceu à comunidade Rastióss continua sem explicação. Fotos abaixo.

#Bizarro #mistério #Curiosidades