Você com certeza já ouviu algumas das mais famosas histórias mitológicas das principais culturas antigas do mundo; Hércules, Zeus, Odin, Loki, e outros personagens das mitologias grega, nórdica, egípcia e romana, apenas para citar as mais conhecidas, costumam fazer parte dos nosso imaginário desde a infância.

Mas o que você talvez não saiba é que existem algumas histórias mitológicas que jamais aprenderíamos na escola. Isso porque essas histórias possuem conteúdo adulto e não são adequadas para menores de 18 anos.

Conheça agora quatro histórias mitológicas para adultos:

O Nascimento de Afrodite

A lenda conta que no início de tudo havia Gaia, a terra, e seu esposo (e filho!) Urano, gerado do Caos, sem a necessidade de cópula.

Publicidade
Publicidade

Gaia e Urano foram o primeiro par da mitologia grega, e deram origem a vários filhos, incluindo os Titãs. Urano detestava suas crias, e ao mesmo tempo, não conseguia parar de concebê-los, e assim, exigiu que todos os seus filhos permanecessem trancados no ventre de Gaia, causando-lhe uma dor imensa. Enfurecida, Gaia forjou uma foice com a qual pretendia castrar Urano, porém, como sentia-se incapaz de fazer isso sozinha, implorou aos filhos que a auxiliassem com seu plano. O único que atendeu à este pedido foi Cronos, que munido da foice cortou os genitais do pai. Estes caíram no oceano, e seu sêmen gerou uma espuma branca, da qual surgiu Afrodite, a primeira das Deusas do Olimpo.

Príapo

Príapo é o deus grego da fertilidade, filho de Dionísio e Afrodite, e ele simplesmente é representado como um homem maduro com genitais exageradamente grandes.

Publicidade

Príapo teria nascido com esta deformidade em razão dos ciúmes que Hera sentiu do romance entre Dionísio de Afrodite. Um ritual bastante inusitado era feito em sua homenagem: meninas virgens se sentavam em cima de um pênis gigante representando o deus Príapo.

O centauro Nesso

Certa vez, tomado pela luxúria, um dos filhos do Deus Íxion, o centauro Nesso, tentou violentar Deianira, esposa de Héracles. Héracles viu a cena e atirou uma flecha envenenada que acertou em cheio o peito do centauro Nesso. Maldoso, o centauro afirmou, antes de morrer, que seu sangue era uma poderosa poção do amor, e que de Deianira utilizasse-o nas roupas de Héracles, este lhe seria fiel para sempre. Para isso, Deianira só precisava misturar o sangue com o sêmen que Nesso derramara em seu ataque.

Em um momento de desconfiança, Deianira banhou a túnica de Héracles com o sangue misturado ao sêmen de Nesso, crente que a poção funcionaria.

Publicidade

Esta porém, queimou a pele de Héracles, causando sua morte.

Loki e Skadi

Skadi, conhecida como a Deusa do Inverno e da Caça, era filha do gigante Tiazi. Quando Skadi foi até Asgard vingar a morte do pai, assassinado pelo clã Aesir em uma das brincadeiras de Loki, lhe foi sugerido por Odin que seria mais sensato que ela aceitasse alguma compensação pelo triste ocorrido no lugar de iniciar uma guerra por vingança.

Odin sugeriu a Skadi três compensações: na primeira, lançou os olhos de Tiazi ao céu noturno, fazendo com que se tornassem duas estrelas: Castor e Pólux, da constelação de Gêmeos.

A segunda compensação era que Skadi pudesse dar uma boa gargalhada para aplacar o seu pesar. Porém nada parecia capaz de arrancar um sorriso da deusa. Odin então fez com que amarrassem uma ponta de uma cobra a uma cabra, e a outra aos testículos de Loki, e estes deram início à um jogo de puxar. A cabra berrou, Loki deu um grito e caiu no colo de Skadi, que soltou uma ruidosa gargalhada.

Como a terceira compensação foi oferecido a Skadi um casamento com um deus. Skadi escolheu o marido apenas vendo seus pés.

#História #Curiosidades #Arte