O bizarro vídeo de um suposto satélite alienígena, com idade estimada em mais de 12 mil anos, hipoteticamente abatido por uma aeronave humana, gera frenesi entre teóricos da conspiração.

Exibido ao mundo há dois dias, pelo canal SecureTeam10 (Youtube), a gravação viraliza na #Internet e já soma mais de 160 mil visualizações.

Batizado de Black Knight Satellite, o alegado objeto, segundo conspirólogos, foi construído para espionar os humanos.

Apesar de não terem provas de que a nave em chamas é o insólito satélite alienígena, eles ainda afirmam que os Illuminati – grupo de intelectuais formado na Baviera (Alemanha), cujo principal objetivo era disseminar o conhecimento científico e combater à influência religiosa sobre a vida pública e os abusos de poder do estado -, foram os responsáveis pela destruição do Black Knight.

Publicidade
Publicidade

De acordo com o periódico britânico Daily Mail, o narrador destaca o grupo Wikileaks como sendo a fonte original da duvidosa gravação.

Ele também acentua que um “avião de guerra secreto Illuminati” explodiu o satélite de “outro mundo”.

Nas imagens, é possível notar apenas uma enorme luz branca em um lento movimento retilíneo, acusada pelo SecureTeam10 de ser o famigerado “cavaleiro negro” – apelido dado pelos caçadores de ovnis.

Na sequência, uma “nave” surge no canto inferior direito da tela e derruba o satélite.

Contudo, a bizarrice não para por aí. Conspirólogos ainda dizem que os et´s escaparam após uma parte da nave se desprender - outra esfera luminosa vista após a destruição.

"Ele orbitou a Terra durante um período de 13 mil anos, até que foi derrubado ontem [18]", fala o narrador.

Publicidade

Conforme os crentes, que juram ter achado uma foto original do objeto, captado por uma espaçonave da NASA em 1998, o satélite foi descoberto pelo gênio Nikola Tesla.

Segundo os teóricos, em 1899, Tesla escutou sinais extraterrestres emitidos pelo Black Knight durante experimentos com ondas de rádio.

SATÉLITE OU ALGO MAIS SIMPLES?

Em entrevista no ano de 2014, o astronauta da NASA Jerry Ross, revelou ao jornalista especialista em astronomia James Oberg, que o “cavaleiro negro” era apenas um cobertor térmico que ele havia perdido durante uma caminhada espacial.

Explicou que durante a primeira missão do ônibus espacial à Estação Espacial Internacional (ISS), enquanto ele e o colega Jim Newman estavam trabalhando na parte externa da estrutura, o cobertor usado para impedir a perda de calor se desprendeu e começou a flutuar pelo cosmos.

Para ler a entrevista na íntegra, copie e cole o link no navegador:

http://www.jamesoberg.com/sts88_and-black-knight.pdf

E você, caro leitor, acredita que o tal satélite espião extraterrestre existe, ou avalia toda essa história como folclore “sem pé nem cabeça”?

#Curiosidades #Viral