O cabelo certamente é a parte mais querida por muitas mulheres. De forma ondulada, cacheada, lisa, crespa, curta, pequena, dentre outras, além de ajudar na proteção do couro cabeludo, o cabelo também serve para agregar beleza e charme a uma pessoa.

Além de cuidar dos cabelos para si, essa russa, chamada Dashik Gubanova, decidiu fazer algo nobre. Ela deixou seu cabelo crescer por 14 anos, isso mesmo, já são quase 15 anos sem fazer um único corte sequer. Ela deseja esperar seus cabelos chegarem a seus pés, para assim corta-lo e ajudar aqueles que precisam. O que nos faz imaginar as pessoa que sofrem com câncer, por exemplo.

Publicidade
Publicidade

“Logo eu vou doar meu cabelo para fazer perucas. Mas por enquanto vou deixar crescer mais um pouco. Meu objetivo é deixá-lo chegar aos meus pés.” disse a russa em uma entrevista, quando perguntada sobre o motivo de deixar seu cabelo crescer. Hoje ela é conhecida como a Rapunzel da vida real em sua cidade.

Ela se tornou uma estrela nas redes sociais, principalmente no Instagram, onde conseguiu diversos seguidores após começar a mostrar seus longos fios em fotos na rede, chamando a atenção principalmente das mulheres.

Agora, quando vemos um cabelo assim, longo, bonito e ondulado, a primeira coisa que imaginamos é o tanto que deve custar, tanto financeiramente quanto de esforços pessoas. Na hora de dormir, ter todo aquele cabelo junto ao seu rosto, quando estiver andando pela casa, aquele cuidado especial para não tropeçar nos fios e quebra-los.

Publicidade

E principalmente na hora de tomar banho, já ouviu sua mãe reclamando que o shampoo e condicionador acabam rápido? Então imagina só os gastos que essa modelo deve ter para lava-los todos os dias, deve ser muitos.

É muito bonito ver essas atitudes nas pessoas e ver que ainda existem pessoas boas no mundo. Agora e você, teria todo esse esforço e gasto para ajudar o próximo?

Muitas mulheres utilizam seus cabelos para a sedução, elas costumam mexer diversas vezes nele quando têm certo interesse, fazendo exalar o cheiro dele no ambiente. #Curiosidade