Ao encontrar uma velha fotografia de família, do início do século XX, ou período eduardiano - época do reinado de Eduardo VII, que corresponde de 1901 a 1910, na Inglaterra -, William Robinson, 66 anos, pai de três filhos e avô, ficou espantado com a imagem fantasmagórica de uma mulher, perto de um homem.

Segundo o jornal britânico The Sun, o morador de Morecambe encaminhou o negativo da foto para ser restaurado e recuperado por um profissional, que também mostrou perplexidade com o fenômeno.

Contudo, além de nostalgia, o inglês sentiu calafrios ao observar a fotografia em preto e branco de um indivíduo sentado na cadeira, com o rosto de um alegado espírito feminino pairando acima dele.

Publicidade
Publicidade

Agora, tenta descobrir quem são essas pessoas.

Apesar dos parentes também desconhecerem a identidade do homem, ao investigar o evento, ele descobriu que possivelmente o sujeito em destaque seja um amigo dos familiares do passado, Frederick C. Sculthorp.

Porém, Robinson acredita que a assombração seja da falecida esposa do indivíduo, Doris Bright, morta aos 30 anos.

Ainda destaca ter tido conhecimento de que Frederick C. Sculthorp era estudioso de fenômenos paranormais, tendo escrito um livro sobre espíritos: Excursões ao Mundo Espiritual (Excursions into the Spirit World).

Embora não esteja totalmente convicto a respeito da identidade do homem e do suposto espírito, o britânico acrescenta que os avós Alfred e Minnie George, eram amigos de Frederick e esposa.

Por isso, supõe que o retrato seja dele.

Publicidade

"Se pudermos mostrar esta imagem para um público maior, pode ser que alguém reconheça o cavalheiro na imagem", comenta (veja abaixo).

FOTÓGRAFO CONSIDERA IMAGEM AUTÊNTICA

Conforme William Robinson, até mesmo o fotógrafo profissional Steve Pendrill, mostrou entusiasmo com a intrigante manifestação “do além”.

Curioso com a “mulher fantasma”, Pendrill analisou o retrato e concluiu que os pontos granulados em torno dela eram idênticos aos do homem, sugerindo não haver qualquer tipo de adulteração na foto.

Em depoimento ao The Sun, admitiu que essa foi a primeira vez que ele constatou uma assombração genuína em fotografia.

"Eu sou solicitado a restaurar digitalmente as fotos velhas dobradas ou danificadas, muitas vezes como parte do meu trabalho, mas nunca antes eu tinha sido convidado a restaurar uma foto que incluía um fantasma”, revelou. #Bizarro #Mídia #Curiosidades