Um vídeo sinistro, gravado no Centro de Atenção Integral à Criança e ao Adolescente (CAIC), em Araucária, Paraná, divulgado nas redes sociais e em fóruns da #Internet, nesta segunda-feira (13), chama tanta atenção que o assunto já é notícia até em jornais do exterior, como no The Sun e no Daily Star.

Embora usuários do Twitter e do Youtube afirmem que o caso aconteceu no Instituto Médico Legal (IML) de Cuiabá, Mato Grosso, A prefeitura da cidade confirmou à imprensa brasileira que a filmagem pertence ao CAIC de Araucária.

Apesar da escassez de informação, o evento gravado pelos funcionários lembra as clássicas cenas de filmes de Terror, com as “vítimas” caminhando por um longo e assombrado corredor antes de serem mortas.

Publicidade
Publicidade

Na gravação, dois funcionários – possivelmente vigilantes do local – são vistos caminhado lentamente.

Eles vão em direção ao outro extremo do corredor, onde luzes piscam misteriosamente e tenebrosos barulhos, semelhantes a batidas em portas metálicas, são ouvidos.

Contudo, a situação fica ainda mais insólita quando se aproximam do corredor macabro e filmam uma porta metálica abrindo e fechando violentamente.

Porém, sem demonstrar medo, ao menos aparentemente, os funcionários se aproximam da “porta fantasmagórica”.

Nesse momento, ela encerra os movimentos e outro episódio tenebroso acontece: falta luz geral.

Os homens ficam na completa escuridão durante poucos segundos, até a energia voltar repentinamente.

“O louco meu, que isso?”, fala o guarda, com uma arma na mão e lanterna na outra, para o colega que o acompanha (veja abaixo).

Publicidade

O vídeo viraliza na internet e gera medo em diversas pessoas. “Realmente é muito estranho, não cabe ninguém naquele negócio”, comenta Heart Attack 1D‏, em referência ao fato do interior da caixa não comportar uma pessoa.

Outro usuário confessa ter sentido aflição ao assistir a gravação.

“Eu vi essa droga. Que nervoso”, confidencia @drewscuIpa (segue outros comentários)

Até o momento, autoridades não informaram o nome dos envolvidos. Também não há relatos de outras atividades paranormais no local. A prefeitura acentua que investigará a ocorrência.

#Curiosidades #Viral