Vibrador é um aparelho em forma de pênis que, quando está com bateria vibra. Ele é usado para satisfazer sexualmente as mulheres.

Porém, ele também é usado em alguns relacionamentos. Existem, sim, parceiros que deixam suas mulheres usarem e se divertirem com o brinquedo. O fato de nem todos os homens deixarem é porque isso o faz sentir menos útil, sabendo que o que está dando prazer para sua mulher é um brinquedo elétrico, não ele mesmo.

Mas esse não é o caso que veremos a seguir. O homem, além de deixar, é um tremendo brincalhão. O rapaz tatuado, que aparece no vídeo, encontrou um desses brinquedos no quarto de sua mulher.

Publicidade
Publicidade

Ao invés de ficar bravo ou algo do tipo, ele, com um tom de #humor, joga o brinquedo no chão, que cai de pé, e xinga em sua mulher, mas de forma irônica.

Claro que a mulher entrou na brincadeira também. Então, ela, toda empolgada, deu um chuta no vibrador, que voou pelo corredor e pela sala para acerta justamente aquele aparelho que todo ser humano tem pavor de quebrar, a televisão. Derrubou uma TV de tela plana imensa.

O marido faz aquela cara de surpresa, porém já era tarde. O aparelho eletrônico caiu de forma brusca no chão, quebrando-se. Assista ao vídeo do marido jogando pênis de borracha no chão e, logo em seguida, sua mulher chutando em direção da TV, que é acertada em cheio e cai lentamente:

Não se sabe quem é o casal e nem a cidade onde o vídeo foi gravado. Certamente, deve ser de algum país desenvolvido.

Publicidade

Mas ela deve ter ouvido poucas e boas do marido, algo do tipo "sua mãe nunca lhe ensinou a não chutar nada em casa", "vou tirar isso do seu salário", entre outras.

Evitar que acidentes assim aconteçam é um pouco difícil devido a empolgação dos momentos de descontração, mas se a pessoa não tem muita noção de espaço dentro de casa, o melhor é sempre deixa a brincadeira para algum lugar externo da casa, ou aonde não tenha tantas coisas caras, como em um sala de estar.

E se fosse você o marido, ficaria bravo ou levaria numa boa? Deixe aí sua opinião.